X hits on this document

Word document

MATURIDADE EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS E DESEMPENHO DOS - page 5 / 24

58 views

0 shares

0 downloads

0 comments

5 / 24

Relatórios de Pesquisa em Engenharia de Produção V. 7 n. 07

também, acredita que a maturidade mostra o quanto uma organização progrediu em relação à incorporação do gerenciamento de projetos como maneira de trabalho, refletindo sua eficácia em concluir projetos. Todavia, alerta que a maturidade não é proporcional à idade da organização, tendo em vista que organizações centenárias podem se localizar em um nível baixo na escala de maturidade, enquanto outras com poucos anos de vida, encontram-se bem posicionadas. Em suma, os autores atestam a importância da maturidade organizacional em gerenciamento de projetos e seus benefícios para a conclusão bem sucedida dos projetos.

2.1 - Origens dos Modelos de Maturidade

Conforme Cooke-Davies (2002), existem atualmente no mercado mais de 30 modelos de maturidade. Estes modelos fundamentam-se nos conceitos preconizados pelas áreas de gerenciamento da qualidade (Crosby, 1979; Deming, 1986). Crosby (1979) estruturou um modelo baseado em cinco níveis incrementais de maturidade para a adoção dos conceitos de qualidade em uma organização, chamado Quality Management Maturity Grid.

Deming (1986) apresentou as práticas para o melhoramento contínuo dos processos de gerenciamento da qualidade em uma organização. A partir do modelo de Crosby e das idéias de Deming, o Software Engineering Institute (SEI) da Carnegie Mellon University e o Departamento de Defesa dos Estados Unidos (DOD – Department of Defense) desenvolveram um modelo para aferir e promover a capacidade de gerenciamento de processos de software (Paul et al, 1993). Este modelo manteve a divisão em cinco níveis.

Em 2002, o SEI apresentou o modelo de maturidade CMMI (Capability Maturity Model Integration) que tem por função integrar e consolidar os modelos de gerenciamento de software anteriores do instituto (SEI, 2002). O modelo é organizado em áreas de processo que por sua vez são arranjadas em áreas de conhecimento e níveis de maturidade. Atingir um certo nível de maturidade significa implementar todas as atividades deste nível adicionadas de todas as atividades dos níveis anteriores. As áreas de processo possuem também práticas específicas que conduzem aos resultados previstos no modelo e metas específicas que avaliam se os processos seguem os requisitos do CMMI. O modelo ainda prevê práticas e metas genéricas que abrangem várias áreas de processo.

2.2 - Modelos de Maturidade em Gerenciamento de Projetos

Pennpacker & Grant (2003) afirmam que

1ª Versão Recebida em 06/12/06 - Publicado em 23/10/07

Document info
Document views58
Page views58
Page last viewedSun Dec 04 15:02:24 UTC 2016
Pages24
Paragraphs322
Words8235

Comments