X hits on this document

PDF document

UNIVERSIDADE DO CONTESTADO CURSO DE ADMINISTRAÇÃO - page 24 / 48

143 views

0 shares

0 downloads

0 comments

24 / 48

23

2.1.3.2.5 Custeio baseado em atividades (ABC)

“O custeio baseado em atividades, conhecido como ABC (activity-based costing), é uma metodologia de custeio que procura reduzir sensivelmente as distorções provocadas pelo rateio arbitrário dos custos indiretos” (MARTINS, 2001, P. 93)

De acordo com Bornia (2002, p. 122), “o custeio baseado em atividades pressupõe que as atividades consomem recursos, gerando custos, e que os produtos utilizam tais atividades, absorvendo seus custos”.

Para wernke (2005, p. 27 e 28):

  • O

    ABC caracteriza-se pela tentativa de identificação dos gastos das

diversas atividades desempenhadas por uma empresa, independentemente de que sejam executadas dentro ou fora dos limites físicos de um setor, departamento ou até mesmo da própria organização. Após identificar estas atividades, busca-se conhecer o montante de recursos consumidos por estas no período (geralmente de um mês), com relação aos salários, ao material de expediente, à energia elétrica, ao aluguel, à depreciação do equipamento fabril etc. a alocação dos custos das atividades aos produtos é realizada por critérios de rateio específicos para cada atividade, conhecidos como geradores ou direcionadores de custos.

Entre as questões que a utilização do ABC permite responder estão as seguintes (WERNKE, 2005, p.28):

    • Quais atividades são executadas em cada um dos processos da empresa?

    • Quanto custa executar cada atividade?

    • Qual o real motivo que leva a empresa a executar tais atividades?

    • A quantidade de atividades consumidas por determinado produto, cliente ou fornecedor da empresa é adequada?

    • As atividades executadas agregam valor (ou não) à empresa, do ponto de vista dos clientes?

    • “A característica básica do custeio por atividade é a apropriação de todos os custos e despesas diretos possíveis, sejam eles fixos ou variáveis, dos produtos, mercadorias e serviços” (BEULKE; BERTÓ, 2001, p. 56).

          • 2.1.3.2.6

            Método da unidade de esforço de produção - UEP

Document info
Document views143
Page views143
Page last viewedFri Dec 09 02:57:02 UTC 2016
Pages48
Paragraphs1002
Words10052

Comments