X hits on this document

148 views

0 shares

0 downloads

0 comments

23 / 35

Introdução à Ergonomia Página 23 Prof. Mario Cesar Vidal

4.3.2 Utilidade

Simplificadamente, como é possível neste texto, vamos considerar uma organização compreendendo três níveis: operacional, tático e estratégico. De acordo com o fluxo de decisões e comunicações podemos distinguir dois tipos de decisórios: os de cima para baixo – top-down e os de baixo para cima (bottom-up).

Seja em processos top-down, seja em processos bottom-up, a utilidade da ergonomia é imensa. Ela vai permitir uma efetiva modelagem organizacional, sobretudo em processos chave da organização, onde a modelagem gerencial não seja suficiente para assegura o sucesso da em- preitada de reestruturação. É o caso dos sistemas complexos, dos sistemas perigosos e dos siste- mas de demanda flutuante. Vejamos alguns exemplos:

Os bancos fazem previsões de qual a porcentagem do volume de depósitos estará dispo- nível em sua rede para saques, as indústrias planejam quantas peças estarão disponíveis num dado momento para entrega ou estoque, os agricultores imaginam quantas caixas poderão estar prontas no final da semana e assim por diante. Essas estimativas são importantes para definir se haverá investimentos em automação bancária, em modernização da tecnologia industrial ou em mecanização agrícola. Este é o plano estratégico de um sistema de produção: decisões a médio e longo prazo são tomadas a partir da suposição de um funcionamento operacional satisfatório. A princípio, não parece haver conexão entre o nível operacional e o nível estratégico do que o fato de que o funcionamento (operacional) deva ser satisfatório (para o nível estratégico). Assim, em que consiste este aspecto de satisfação, quais os critérios a atender?

Top

Up

Down

Organização

Bottom

Nível estratégico : Decisões e planos a médio e longo prazo

Nível tático : Implementações e Regulações Operacionais

Nível operacional : Decisões imediatas sobre operações em curso

Figura 8 : Esquema elementar de uma organização. Uma organização articula a todo instante seus processos básicos que constituem seus níveis operacionais, com a tomada de decisão, que se concretiza nos níveis estratégicos. Essa articu- lação é viabilizada por estruturas de regulação e controle que constituem seus níveis táticos.

Para assegurar o funcionamento satisfatório em que se baseia toda a estratégia da organi- zaçã, esta constitui um intermediário ou uma interface entre produção e estratégia que é o nível tático, estrutura que viabiliza a passagem das decisões top-down, assim como as interações bo- ttom-up. Assim banqueiros esperam que bancários descontem os cheques, industriais imaginam que os operários estarão fabricando as peças, e fazendeiros que os lavradores estarão colhendo as frutas. E efetivamente é o que acontece, e isso dentro dos parâmetros previstos de qualidade de serviço, de conformação ou de produto com que cada um desses sistemas de produção funciona.

Este esquema de organização é um tanto estático e supõe uma regulação simples: se al- gum imprevisto ocorre, bancários, operários e lavradores fazem os ajustes necessários, ora pe- dindo para um endosso de assinatura, ora realizando mais uma operação industrial de ajuste, como limar uma peça mecânica ou acrescentar um complemento de dose de reagente, ora op- tando por colher algumas frutas no dia seguinte e assim por diante. Assegurar que isto, aconte- cendo, implique em que o funcionamento continue satisfatório é o papel do nível operacional que contara para isso com um quantidade definida de recursos e assumirá neste processo umas quantas responsabilidades.

GENTE - Grupo de Ergonomia e Novas Tecnologias CESERG - Curso de Especialização Superior em Ergonomia.

Document info
Document views148
Page views148
Page last viewedWed Jan 18 19:06:25 UTC 2017
Pages35
Paragraphs708
Words18686

Comments