X hits on this document

186 views

0 shares

1 downloads

0 comments

25 / 87

digital  para assinar mensalmente o registro de presença, o que me incomodava e a ele também. Em nossa primeira conversa, percebi que ele seria capaz de assinar e desejava muito aprender a escrever o seu nome completo. Assumimos este compromisso, estabelecemos uma disciplina de horário para nossa atividade e, assim, começamos... Fiquei muito feliz em poder ajudá-lo.

Realizamos alguns exercícios com a utilização de arame flexível, barbante, isopor, papelão, elástico e letras em relevo, considerando o movimento do corpo e a comparação com objetos de diferentes formas e posições. Percebi que ele tinha uma boa coordenação motora, orientação espacial e conhecia bem as linhas retas, quebradas, inclinadas, angulares, curvas e sinuosas.

Durante as atividades eu me surpreendia com a sua memória e capacidade de assimilação, pois em pouco tempo ele reproduzia as formas das letras e das linhas. Depois do reconhecimento e assimilação das letras do seu nome através do manuseio de diferentes tipos de material, iniciamos o trabalho da escrita. Ele acompanhava com as duas mãos o movimento das letras em relevo, reproduzindo-as  com lápis cera em  folhas de papel ofício. Foi emocionante ver surgirem as primeiras letras que dariam lugar à sua assinatura.

Realizei uma consulta junto ao Instituto de Identificação e ao Ministério de Educação, sobre as normas de validação de assinatura e rubrica com a intenção de orientar meu trabalho no sentido de respeitar os requisitos formais para fins de registro de identidade, reconhecimento de firma e documentação em geral.

Document info
Document views186
Page views191
Page last viewedFri Dec 02 19:01:23 UTC 2016
Pages87
Paragraphs823
Words17299

Comments