X hits on this document

242 views

0 shares

1 downloads

0 comments

9 / 87

No desenvolvimento dos sub-temas foi lembrada a frase do compositor/cantor Cazuza:

“Quero olhar o mundo com a coragem do cego”, apresentados alguns dados estatísticos e a necessidade de um projeto do MINC – Ministério da Cultura de uma reunião por ele patrocinada das bibliotecas/setores Braille das bibliotecas públicas brasileiras.

Na sessão de Apresentação de Trabalhos tornaram-se conhecidas algumas experiências desenvolvidas por bibliotecas informatizadas e/ou serviços voltados ao deficiente visual, uma fonte importante para aperfeiçoamento de serviços semelhantes. Destacam-se os trabalhos desenvolvidos pela Universidade de São Paulo, com seus programas USP Legal, Rede Saci, Projeto Lumiére do Instituto de Psicologia, o curso on line de uso de periféricos, os softwares livres (lupa digital e para o aprendizado do Braille), brinquedos digitais e o Manual para orientação dos docentes sobre alunos com deficiência.

A Biblioteca Pública do Amazonas apresentou seu trabalho em relação aos deficientes visuais e seu preparo para o ingresso na Universidade Estadual do Amazonas.

Foi apresentada pelo CAP de Belo Horizonte a metodologia para o aprendizado do alfabeto e assinatura do nome despertando grande interesse dos presentes.

Entre outras apresentações tivemos também a Braimateca que Facilita a aprendizagem da matemática pelo deficiente visual com materiais confeccionados com imãs, alfinetes de costura, resina e borracha, de autoria da Antonieta Aparecida Gonçalves Pereira Kanso e outra com o tema Tecnologias para acesso dos

Document info
Document views242
Page views247
Page last viewedFri Dec 09 10:25:48 UTC 2016
Pages87
Paragraphs823
Words17299

Comments