X hits on this document

PDF document

Porto Alegre, janeiro de 2006 - page 38 / 82

248 views

0 shares

0 downloads

0 comments

38 / 82

Hélio Riche Bandeira, Mestre em Educação, PUCRS * www.padilla.adv.br/desportivo/artesmarciais * p.38

A presente investigação é de cunho qualitativo e está caracterizada como um estudo de caso, no qual procura-se conhecer, interpretar e compreender percepções sobre agressividade e violência, com alunos(as) de karate no Colégio Militar de Porto Alegre.

As pesquisas qualitativas ou construtivistas são exploratórias, ou seja, estimulam os entrevistados a pensarem livremente sobre algum tema, objeto ou conceito. Elas fazem emergir aspectos subjetivos, atingem motivações não explícitas, ou mesmo não conscientes, de forma espontânea. São usadas quando se buscam percepções e entendimentos sobre a natureza geral de uma questão, abrindo espaço para a interpretação.

Na pesquisa qualitativa, não há necessidade de grande número de participantes, uma vez que, nessa modalidade de pesquisa, a opção é pela profundidade em detrimento da amplitude. Nesta pesquisa é possível ao pesquisador interagir com cada participante, perguntando como é para ele(a) aquele fenômeno, como pensa nele, como o sente, bem como pedir esclarecimentos, de modo a ir estabelecendo a construção.

  • O

    pesquisador, no paradigma qualitativo, também ocupa papel importante no processo de

pesquisa, pois sua bagagem cultural e suas habilidades pessoais orientam enriquecendo ou limitando a produção do conhecimento. A negociação dos resultados deve ser realizada com os participantes, após as entrevistas, pois faz parte da flexibilidade da proposta na construção do conhecimento para se chegar a uma análise coerente com a real percepção dos participantes.

  • O

    estudo de caso é um tipo de pesquisa cujo objetivo é analisar com profundidade um

determinado objeto de estudo, que pode estar vinculado a uma pessoa, uma sala de aula, uma escola, uma instituição ou uma comunidade, coletando dados em diferentes fontes e/ou utilizando diferentes instrumentos. A metodologia de um estudo de caso pode ser eclética, é uma forma particular de estudo, conforme destacam Lüdke e André e também Merriam (apud ENGERS, 2000).

Os propósitos do estudo de caso não são, portanto, os de proporcionar o conhecimento preciso das características de uma população, mas sim o de proporcionar uma visão global do problema ou de identificar possíveis fatores que o influenciam ou são por ele influenciados.

Ao desenvolver um estudo de caso, o pesquisador procura revelar a multiplicidade de dimensões presentes numa determinada situação, focalizando-as como um todo. Para isto recorre a uma variedade de dados ou de fontes de informação, explicando as diferentes percepções ou posicionamentos. A realidade é observada e descrita sob diferentes perspectivas, não havendo uma única posição que seja tomada como verdadeira. Assim, alémdas conclusões do próprio investigador, vários elementos são colocados à disposição do leitor para que ele próprio elabore sua opinião acerca do fenômeno, conforme referido por Bogdan e Biklen, Yin, Merriam, Delgado e Gutierrez (apud ENGERS, 2000).

    • 3.1

      OBJETIVOS

      • O

        estudo desenvolvido nesta Dissertação tem por objetivo geral conhecer, compreender e

analisar as percepções de alunos de karate sobre agressividade/violência no ensino das artes marciais.

Embasando-se neste objetivo geral, a pesquisa também apresenta os seguintes objetivos específicos:

  • -

    Conhecer e analisar as percepções de alunos de karate sobre agressividade e violência no

Document info
Document views248
Page views248
Page last viewedSat Dec 10 11:58:24 UTC 2016
Pages82
Paragraphs1591
Words42749

Comments