X hits on this document

222 views

0 shares

0 downloads

0 comments

6 / 82

Hélio Riche Bandeira, Mestre em Educação, PUCRS * www.padilla.adv.br/desportivo/artesmarciais * p.6

adolescentes, na faixa etária entre 14 e 18 anos, de sexo masculino ou feminino, freqüentadores das aulas de karate no Colégio Militar de Porto Alegre. Também foi adotada, como forma auxiliar na coleta de dados, observações do cotidiano das aulas de karate, realizadas pelo próprio pesquisador.

Os dados foram estudados utilizando-se Análise de Conteúdo, conforme Bardin (2004).

A partir das percepções dos karatecas, embasadas no referencial teórico, emergiram as seguintes categorias: percepções sobre agressividade/violência no contexto geral; percepções sobre agressividade/violência no karate; motivações para praticar o karate; e influências do karate sobre agressividade/violência.

Analisados e interpretados os resultados, conclui-se que o ensino do karate pode ser um precioso instrumento no auxílio da Educação para Saúde e Educação para a Paz.

Na Educação para a Saúde pelo desenvolvimento do condicionamento físico em geral e por funcionar como uma espécie de válvula de escape psicológica, no alívio de tensões e estresses causadores de diversas enfermidades.

Na Educação para a Paz principalmente pelo controle da agressividade e pela procura de uma maior espiritualidade que levam seus praticantes a tomarem atitudes não violentas perante a resolução de conflitos. Esta visão leva também o praticante a um desenvolvimento mais integral e harmônico, levando em conta não somente o aspecto físico, mas também o mental, o emocional e o espiritual.

Palavras-chave: agressividade; violência; artes marciais; karate; espiritualidade; Educação para a Paz; Educação para a Saúde.

ABSTRACT:

This research has the aim of knowing, understanding and analyzing karate students awareness of aggressiveness/violence on the learning of martial arts with the idea of finding ways of building a more conscious and less violent human being.

The investigation has a qualitative character after a case study. The main instrument of data colleting was a semi-structured interview applied to twelve adolescents, 14 to18 years old, male or female, which take karate classes at CMPA. Everyday observation during karate classes taught by the researcher was also used as data.

The data was studied using Content Analysis, according to Bardin (2004).

Starting from the awareness of the karate fighters, using the theoretical reference, the following categories emerged: awareness of aggressiveness/violence in the general context;

awareness of aggressiveness/violence of karate; motivation for the practice of karate; and the karate influences on aggressiveness/violence.

After the analysis and interpretation of results we come to the conclusion that the learning of karate can be a precious helping instrument on the Education for Health and Education for Peace.

Education for Health because of the development of general physical conditioning and for working as a kind of psychological escape in the relief of tensions and stress that can lead to illnesses.

Education for Peace mainly because of the aggressiveness control and search for a higher spirituality which conduct the practitioners to take a non-violent attitude when dealing with conflict resolution. This view also takes the practitioner to a more harmonic and complete development not physical, but also mental, emotional and spiritual.

Document info
Document views222
Page views222
Page last viewedThu Dec 08 16:02:39 UTC 2016
Pages82
Paragraphs1591
Words42749

Comments