X hits on this document

PDF document

Porto Alegre, janeiro de 2006 - page 67 / 82

195 views

0 shares

0 downloads

0 comments

67 / 82

Hélio Riche Bandeira, Mestre em Educação, PUCRS * www.padilla.adv.br/desportivo/artesmarciais * p.67

Desta forma, na sociedade atual, racional e altamente atribulada, onde corremos atrás do tempo cotidianamente, a prática do karate juntamente com procura da interiorização da filosofia oriental é um excelente contra-ponto para a busca do equilíbrio. Pressuposto também defendido por Gaertner (1999, p. 60) ao comentar que “movimento e não movimento no corpo e na mente, na mesma

d o s a g e m , p o s s i b i l i t a m e q u i l í b r i o e o r g a n i z a ç ã o i n t e r n a .

Em todos estes entrevistados podemos observar que já existia uma forte motivação intrínseca nas suas escolhas, ou seja, que as escolhas já estavam interiorizadas como metas significativas e duradouras.

4.3.2 BUSCA DE UMA ATIVIDADE FÍSICA

Para não ficar parado, para manter minha forma, comecei a fazer karate, comenta Gueksai-dai-

ni demonstrando que o motivo de sua procura pela prática pelo karate, foi, exclusivamente, pela melhoria de sua performance física.

No nosso mundo atual sabemos que, de acordo com Tagnin (1973), todos devem, de uma maneira ou outra, fazer exercícios físicos, e quando estes são bem dosados e orientados com perfeição, nos levam a uma melhora na qualidade de vida.

  • O

    karate, no aspecto de condicionamento físico, apresenta-se como um esporte bastante

completo, pois trabalha harmonicamente com todas as partes do corpo humano através exercícios de ginástica geral, que melhoram a resistência, a força, o equilíbrio, a flexibilidade, a velocidade, a potência e a coordenação, e, principalmente, a saúde geral de seus praticantes.

Conforme Silva (1984, p. 11):

No aspecto físico o karate apresenta características no trabalho geral do corpo, aumento da flexibilidade e elasticidade, resistência muscular, explosão, equilíbrio e exercícios momentâneos de rápida ação muscular das

contrações e descontrações e a máxima extensão e encurtamento das fibras e tendões.

Tava buscando um esporte, não era nada habilidoso com bola (risos), então vim ver como é que

era, gostei, adorei e hoje estou aí praticando, relata Sanchin assinalando que seu ingresso no karate foi devido à procura de uma atividade esportiva na qual tivesse habilidade para praticá-la.

A identidade do ser humano com uma atividade esportiva é um importante instrumento que pode propiciar a este, não apenas um maior desenvolvimento físico, mas também um desenvolvimento psicológico melhor.

Principalmente na adolescência, conforme aponta Mosquera e Stobäus (1984, p. 112), “o desporto pode ajudar a aceitar as mudanças físicas e dar uma nova imagem ao corpo, possibilitando

u m c o n h e c i m e n t o r e a l d o m e s m o , a s s i m c o m o d a d i n â m i c a d a e s t r u t u r a c o r p ó r e a a r e s p e i t o d a

i d e n t i d a d e p s i c o l ó g i c a .

Inicialmente como uma prática física, mas se continuasse sendo só isso eu ia acabar abandonando, comenta Saifa destacando que, embora o seu ingresso no karate tivesse sido decorrente da procura de um melhor condicionamento físico, a sua permanência nele se deu pela descoberta de que, no karate, existem outras coisas muito mais importantes para se aprender.

Importante frisar que, na nossa sociedade atual, mesmo a simples prática de uma tividade física já é, por si só, um elemento importante no auxílio da construção de culturas de paz. Isto porque o

Document info
Document views195
Page views195
Page last viewedMon Dec 05 04:23:32 UTC 2016
Pages82
Paragraphs1591
Words42749

Comments