X hits on this document

218 views

0 shares

0 downloads

0 comments

9 / 82

Hélio Riche Bandeira, Mestre em Educação, PUCRS * www.padilla.adv.br/desportivo/artesmarciais * p.9

marciais também favorece a coordenação psicofísica, potencia a melhora dos sistemas de autoconhecimento do sujeito e sua capacidade de percepção, iniciativa e improvisação.

  • O

    karate, que é uma das artes marciais mais difundidas da atualidade, põe a prova o caráter, a

personalidade, a alma e o organismo de quem o pratica fazendo com que uma luta interna exista com

  • o

    praticante levando-o a desafiar e vencer a si mesmo.

    • O

      karate, embora sendo visto por uma grande parcela de pessoas que não vivenciam seus

ensinamentos, como um desporto violento voltado para por seus conhecimentos na transformação de seus praticantes em hábeis lutadores de rua, é, na verdade, de acordo com seus preceitos filosóficos, um desporto que busca para encontrar a sua verdadeira finalidade sistemas de treino espiritual sob formas de Educação Física no prisma da defesa pessoal e/ou atividades físico-esportivas para cidadãos através do uso integrado das energias física e mental, conduzindo a uma harmonia social em busca da paz.

Devemos lembrar também que no karate existe a parte da competição esportiva, principalmente quando ensinado a jovens e adolescentes. A competição é um elemento muito importante para o desenvolvimento e divulgação do esporte e de seus praticantes, contudo ela deve ter o cuidado de não fugir dos fundamentos espirituais e filosóficos que embasam o karate. Infelizmente, hoje em dia, alguns instrutores têm-se voltado demasiadamente para o karate como um desporto de competição que tem por meta, prioritariamente, a conquista de títulos e medalhas. A competição deve ser vista apenas como uma fração do karate e, se mal orientada, pode conduzir a uma maior agressividade/violência, porém, se bem orientada, mesmo aumentando um pouco a agressividade e ansiedade do karateca, faz com que estas sejam canalizadas em outras atividades ou até fases do treinamento de forma positiva.

  • O

    presente estudo busca conhecer, compreender e analisar as alterações de comportamento dos

praticantes de karate através de suas percepções sobre agressividade/violência contribuindo para futuras buscas na área da Educação, Psicologia e Educação Física.

A pesquisa está inserida na linha de pesquisa Desenvolvimento da Pessoa, Saúde e Educação e procura relacionar a importância da disciplina de karate no sistema escolar como uma forma de melhorar o controle sobre a agressividade/violência dos alunos. Desta forma o karate pode tornar-se uma opção estratégica para o combate da violência, que, na atualidade, se transformou num complexo problema causador de inquietude social.

Nesta perspectiva, o Relatório de Pesquisa está estruturado da seguinte forma:

  • O

    primeiro capítulo é composto pela justificativa e o enunciado do problema.

No segundo capítulo, é apresentada uma contextualização teórica, composta por conhecimentos relevantes sobre os temas que constituem a base para o desenvolvimento da pesquisa. Este capítulo é dividido em duas partes principais: a primeira trata do karate, como uma arte marcial espiritual embasada na cultura do extremo oriente, e a segunda discorre sobre as conceituações e relacionamentos da agressividade e violência no meio escolar e nos esportes.

A metodologia é apresentada no capítulo três, caracterizando-se o estudo, a investigação e os procedimentos metodológicos.

As dimensões emergentes das análises das percepções dos entrevistados juntamente com uma

Document info
Document views218
Page views218
Page last viewedThu Dec 08 03:11:58 UTC 2016
Pages82
Paragraphs1591
Words42749

Comments