X hits on this document

93 views

0 shares

0 downloads

0 comments

11 / 40

Uma igreja local saudável naturalmente desenvolve e cresce. Lucas narra que “a igreja, na verdade, tinha paz por toda a Judéia, Galiléia e Samaria, edificando-se e caminhando no temor do Senhor, e, no conforto do Espírito Santo, crescia em número” (At 9:31, ARA). Quantas pessoas se converteram através da sua evangelização? É triste saber que há cristãos que nunca levaram ninguém a Cristo. É óbvio que quem realiza a sobrenatural obra regeneradora é o Espírito Santo, mas Deus decidiu chamar pecadores perdidos através de pecadores perdoados. O apóstolo João relata que André após conhecer pessoalmente a Jesus foi em busca de seu irmão Simão e “o levou a Jesus” (Jo 1:42).

A igreja atual tem gradativamente perdido a noção de que cada cristão é um ganhador de almas. Até a mesmo a expressão ganhador de almas soa um tanto que estranho aos nossos ouvidos pós-modernos, mas era um termo muito comum até o fim do século 19. Esta expressão é uma menção à declaração do apóstolo Paulo que disse: “porque, sendo livre de todos, fiz-me escravo de todos, a fim de ganhar o maior número possível” (1 Co 9:19).

Ao discipular apresentamos o evangelho da salvação aos eleitos de Deus proporcionando a oportunidade de que o Espírito Santo aplique a graça irresistível. A doutrina da predestinação não anula a responsabilidade da pregação. Pelo contrário, ela é a garantia de que a nossa evangelização não será infrutífera, mas teremos convertidos atraídos pela livre graça de Deus, eleitos para a glória eterna. Após terminar a exposição da doutrina da predestinação em Romanos (capítulos 8-9), na seqüência Paulo comenta sobre a necessidade absoluta de se pregar o evangelho a todos (Rm 10:13-18). A graça é suficiente a todos, mas será eficiente somente nos eleitos de Deus.

Somos cooperadores desta maravilhosa obra de reconciliação. A Escritura declara que “somos embaixadores em nome de Cristo, como se Deus exortasse por nosso intermédio. Em nome de Cristo, pois, rogamos que vos reconcilieis com Deus” (2 Co 5:20). Evangelizar é compartilhar Jesus, no poder do Espírito, deixando os resultados para Deus. Waylon Moore afirma que “a evangelização é o meio que proporciona convertidos, e é o campo de adestramento para o desenvolvimento dos discípulos. Quando a igreja exala discípulos, então inala convertidos.”12

12 Waylon Moore, Multiplicación de Discípulos (El Paso, Casa Bautista de Publicaciones, 1981), p. 29.

Document info
Document views93
Page views93
Page last viewedTue Dec 06 15:28:14 UTC 2016
Pages40
Paragraphs812
Words12044

Comments