X hits on this document

74 views

0 shares

0 downloads

0 comments

4 / 15

4

2. REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

Ao longo da história puderam-se estudar várias visões diferentes sobre o que é carreira, que tem sofrido alterações ao longo do tempo. Somente a partir do século XIX, passou-se a utilizar o termo para definir trajetória de vida profissional.

  • O

    estudo de carreiras promove para o indivíduo melhor aproveitamento nas

organizações, para que ele trabalhe mais satisfeito e mais motivado, por isso o estudo de carreiras vem de maneira bem interessante.

2.1. DEFINIÇÃO DE CARREIRA

Ao longo da história puderam-se estudar várias visões diferentes sobre o que é carreira, que tem sofrido alterações ao longo do tempo. Somente a partir do século XIX, passou-se a utilizar o termo para definir trajetória de vida profissional.

Para Crespo (1996), o termo carreira foi criado pelos franceses, indicando, por exemplo, corrida competitiva, o que mais tarde, tornou-se uma idéia de trajetória, incluindo a noção de progressão de um indivíduo através da vida ou a noção de desenvolvimento através de um percurso.

Hall (1976) entende que “carreira é uma seqüência de atitudes e comportamentos, associada com experiências e atividades relacionadas ao trabalho, durante o período de vida de uma pessoa”. Nota-se que a definição de Hall (1976) restringe carreira apenas à dimensão do indivíduo, não levando em consideração a complexidade dinâmica das organizações e da sociedade atual.

Segundo Martins apud Bastos Filho (2005), etimologicamente, "carreira" origina-se do latim, via carraria, estrada para carros. Para ele, como uma propriedade estrutural das organizações, a carreira já existia como um plano delineado pelos dirigentes, cabendo aos professores se adaptarem às condições pré-estabelecidas fazendo os devidos ajustes em suas

expectativas individuais. De acordo com Bastos Filho (2005), a carreira

  • como todos os homens – nasce,

cresce, amadurece e morre. Para ele, existem muitos mitos que ainda cercam as carreiras de muitos profissionais de sucesso (visto que a palavra "mito" tem dois significados diferentes. O primeiro é aquele de personalidades que criaram lenda a partir de suas realizações. O segundo significado de "mito" é o de coisa falsa e ultrapassada. É algo que a crença popular atribuiu um valor que, na atualidade, não se comprova).

A análise de Dutra (1996) caracteriza a carreira como “uma seqüência de posições, que uma pessoa pode assumir no interior de uma organização orientada em duas direções, uma de natureza profissional e outra de natureza gerencial, sendo o acesso aos maiores níveis de remuneração e de reconhecimento oferecidos pela empresa, garantido em qualquer uma das direções escolhidas – carreira paralela”.

Segundo Van Maanen (1977) “podemos utilizar carreira para nos referirmos à mobilidade ocupacional, como, por exemplo, o caminho a ser trilhado por um executivo – carreira de negócios – ou para nos referirmos à estabilidade ocupacional, ou seja, a carreira como uma profissão, como, por exemplo, a carreira militar. Em ambos os casos, para ele a carreira passa a idéia de um caminho estruturado e organizado no tempo e espaço que pode ser seguido por alguém.

Schein (1996), autor clássico de psicologia organizacional, desenvolveu o conceito de "âncoras de carreira" analisando a trajetória profissional de quarenta e quatro ex-alunos do curso de pós-graduação na Escola Sloan de Administração, para compreender melhor a evolução de suas carreiras gerenciais e como aprendiam os valores de suas organizações empregadoras. A partir desta análise constatou que quando o profissional faz escolhas em sua carreira, deve identificar - pelo menos – um valor da qual não abriria mão, na hora de tomar uma decisão que afetasse a sua trajetória profissional.

Document info
Document views74
Page views94
Page last viewedThu Jan 19 13:43:33 UTC 2017
Pages15
Paragraphs229
Words7165

Comments