X hits on this document

PDF document

Planejamento familiar: importância do conhecimento das características da clientela ... - page 5 / 8

15 views

0 shares

0 downloads

0 comments

5 / 8

pLanejamento famiLiar: importância do conhecimento das características da cLienteLa para impLementação de ações de saúde

n

%

n

%

n

%

Fundamental Completo

2

10,0

2

6,7

Fundamental Incompleto

7

35,0

8

80,0

15

50,0

Médio Completo

10

50,0

10

33,3

Médio Incompleto

1

5,0

2

20,0

3

10,0

TOTAL

20

66,7

10

33,3

30

100,0

p-valor = 0,017

totaL

tabela 3. Distribuição dos clientes quanto à escolaridade e o número de filhos

escolaridade

até 3

filhos

acima de 3

com o uso do método pela maioria dos clientes (80,0% p<0,001).

Verificou-se que o método mais adotado foi o DIU (33,3%), sen- do estatisticamente significante quando comparado ao injetável (p=0,028), preservativo masculino (p=0,028) e vasectomia (p=0,003).

  • O

    DIU foi o método mais preva-

lente na maioria dos clientes (Grá- fico 2). Isto pode estar relacionado ao fato de ser reversível e a amostra ter apresentado concentração em idades mais jovens (18 a 38 anos) e ainda em fase reprodutiva.

Em um estudo sobre PF reali- zado por Osis et al (2006), foram entrevistadas 250 mulheres, e o DIU foi o método mais escolhido (59%), seguido da laqueadura (24,0%) e injeção (13,0%). Estes achados reforçam os resultados do

presente estudo, no qual houve preferência pela adoção DIU.

Durante o uso do método con- traceptivo, foi constatada a ocor- rência de dois casos de gravidez, coincidindo com o uso de preser- vativo masculino. Estes clientes referiram pretensão em mudar de método, justificando que seu uso incomodava, provocava infecções e medo de engravidar novamente.

Kalckmann et al (1997) veri- ficaram que de 210 mulheres que optaram pelo uso do diafragma, 26,3% referiram ao menos uma gravidez em uso de contracepção; 45,3% atribuíram à falha da pílula,

  • o

    coito interrompido e a tabelinha

foram responsabilizados por, res- pectivamente, 30% e 15% destas gestações. Em síntese, esses dados apontam para uma experiência

gráfico 2. Distribuição dos clientes quanto ao método contraceptivo

contraceptiva no passado restrita e insatisfatória.

  • O

    presente estudo mostrou que

a maioria dos indivíduos estava sa- tisfeita com o método contracepti- vo adotado, mesmo assim, cerca da metade pretendeu trocar de méto- do e o mais escolhido foi a laquea- dura (Gráfico 2).

A insatisfação da usuária e o acesso restrito aos diferentes méto- dos contraceptivos podem resultar em elevada taxa de descontinuação de métodos anticoncepcionais no Brasil (43% das usuárias descon- tinuam nos primeiros 12 meses) (Tavares et al, 2007).

Desta forma, pode-se inferir que um fator importante na análi- se dos altos índices de esterilização feminina pode ser a própria desa- provação aos métodos contracepti- vos reversíveis oferecidos, quanto à eficácia, inocuidade ou até mesmo aceitação cultural.

Parte Iv: Comparação entre o método contraceptivo adotado e algumas características sócio-econômicas e culturais dos clientes

Observou-se, no presente es- tudo, que não houve a adoção de laqueadura/vasectomia na faixa etária mais jovem (18 a 28 anos), porém a ocorrência destes métodos nas mais avançadas foi de 33,3%. Além disso, a maioria dos clientes (41,7%) que optou por adotar a la-

416

  • O

    MundO da Saúde o Paulo 2008; 32(4):412-419.

Document info
Document views15
Page views15
Page last viewedSun Dec 04 15:44:49 UTC 2016
Pages8
Paragraphs416
Words5272

Comments