X hits on this document

PDF document

Planejamento familiar: importância do conhecimento das características da clientela ... - page 8 / 8

18 views

0 shares

0 downloads

0 comments

8 / 8

pLanejamento famiLiar: importância do conhecimento das características da cLienteLa para impLementação de ações de saúde

Brasil. Ministério da Saúde. Norma operacional da assistência à saúde - NOAS-SUS 01/2001. Brasília: Ministério da Saúde, 2001.

Carvalho MLO, Pirotta KCM, Schor N. Participação masculina na contracepção pela ótica feminina. Rev Saúde Pública 2001;35(1).

Carvalho MLO, Schor N. Motivos de rejeição aos métodos contraceptivos reversíveis em mulheres. Rev Saúde Pública 2005;39(5):788- 94.

Faúndes A et al. Associação entre prevalência de laqueadura tubária e características sócio-demográficas de mulheres e seus com- panheiros no Estado de São Paulo, Brasil. Cad Saúde Pública 1998;14(Supl 1):49-57.

Fonseca JS, Martins GA. Curso de estatística. 6ª ed. São Paulo: Atlas; 1996. 320p.

Kalckmann S et al. O diafragma como método contraceptivo: a experiência de usuárias de serviços públicos de saúde. Cad Saúde Pública 1997;13(4):647-57.

Marcolino C, Galastro EP. As visões feminina e masculina acerca da participação de mulheres e homens no planejamento familiar. Rev Lat-Am Enferm 2001,9(3).

Maroco J. Análise estatística com utilização do SPSS. 2ª ed. Lisboa: Silabo; 2003. 508p. Murray RS. Estatística. 3ª ed. São Paulo: Afiliada; 1993. 640 p. [Coleção Schaum].

Olinto MTA, Galvão LW. Características reprodutivas de mulheres de 15 a 49 anos: estudos comparativos e planejamento de ações. Rev Saúde Pública 1999;33(1):64-72.

Osis MJD et al. Atenção ao planejamento familiar no Brasil hoje: reflexões sobre os resultados de uma pesquisa. Cad Saúde Pública 2006;22(11).

Pelloso SM, Carvalho MDB. Planejamento familiar: perfil das usuárias de um programa. Arq Apadec 2004;8(Supl).

Sociedade Civil Bem-Estar Familiar. Pesquisa nacional sobre demografia e saúde. Rio de Janeiro, 1997.

Tavares LS, Leite ICL, Telles FSP. Necessidade insatisfeita por métodos anticoncepcionais no Brasil. Rev Bras Epidemiol 2007;10(2):139- 48.

Vieira EM et al. Características do uso de métodos anticoncepcionais no Estado de São Paulo. Rev Saúde Pública 2001;36(3):263- 70.

Vieira S. Bioestatística: tópicos avançados. 2ª ed. Rio de Janeiro: Campus; 2004. 212p. Vieira S. Introdução à bioestatística. Rio de Janeiro: Campus; 1991.

Recebido em 11 de março de 2008 ersão atualizada em 24 de abril de 2008 Aprovado em 05 de agosto de 2008

  • O

    MundO da Saúde o Paulo 2008; 32(4):412-419.

419

Document info
Document views18
Page views18
Page last viewedMon Dec 05 16:46:35 UTC 2016
Pages8
Paragraphs416
Words5272

Comments