X hits on this document

PDF document

A DANÇA DA QUADRILHA - page 9 / 21

51 views

0 shares

0 downloads

0 comments

9 / 21

Textos Escolhidos de Cultura e Arte Populares, vol.4. n. 1, 2007.

sibilidades de efeitos coreográficos e variações, o que valoriza o desempenho dos participantes. Entretanto, os refina- dos passos empregados nessa época, que demonstravam técnica acurada dos dan- çarinos e encantavam a platéia, como os brisés, jetés battus,entrechats, flic-flacs, ballonnés, sissonne, pirouettes, etc.,23 sofrerão modificações com a evolução da vida mundana e, por volta de 1830, se transformam em meros movimentos de marcha.

Quadrilha ou quadrilhas? Quadrilhas.

No âmbito das descrições coreográ- ficas, as publicações que manuseei mos- tram que a quadrilha não deve ser pen- sada no singular e sim no plural, já que são inúmeras as formas que tomou nos países por onde se expandiu: quadrilha francesa, “Quadrille Príncipe Imperial”, “Princeza Imperial”, “Les lanciers” (quadrilha inglesa), “Le polo” (quadri- lha americana), quadrille des familles, quadrilha russa, quadrilha das damas, quadrilha cruzada, e muitas outras.24

Havia quadrilhas com seqüências co- reográficas já aprendidas e reproduzidas com facilidade pelos dançarinos, e ou- tras de difícil memorização ou criadas no momento do baile. Por ser compli- cado saber de cor as diferentes formas de quadrilhas, com as seqüências de pas- sos por vezes recém-criados, os dança- rinos necessitavam de orientação do “par marcante” ou “par condutor”, ca- sal que sabia com segurança os deslo- camentos da dança e guiava os dança-

rinos, ou de um “marcante” ou “marca- dor”, função ocupada por um professor de dança ou pelo organizador da festa, que enunciava os passos a serem segui- dos.

As quadrilhas, dançadas nos bailes que aconteciam no decorrer do ano no período monárquico e início do repu- blicano, deixaram marcas na sociedade brasileira que não se apagaram, pois fi- caram retidas na memória popular. A sociedade selecionou, uniu e encadeou passos de quadrilhas diversas, como a francesa, francesa dos bailes públicos, lanceiros e das famílias, como um pro- cesso de recorte e colagem, fazendo uma síntese coreográfica dos movimentos.

Nos dias atuais, a quadrilha está res- trita às festividades do ciclo junino, mas nela identificam-se alguns dos mesmos movimentos coreográficos praticados nos bailes oitocentistas: réverénce cumprimento, promenade – passeio, escargot – caracol, lignes – filas para- lelas; chaîne – corrente, moulinet – mo- inho, chemin au bois – caminho da roça, changer – trocar, en avant – para fren- te, en arrière – para trás, etc. Esses e outros movimentos podem ter uma se- qüência ensaiada ou ordenada no mo- mento da dança por um marcador, que indicará ações para as damas, para os cavalheiros ou para os casais.

Composições de quadrilhas no Brasil

Na segunda metade do século 19, é intensificada, no Brasil, a criação de modalidades de quadrilha diferentes da

121

Document info
Document views51
Page views51
Page last viewedSun Dec 04 06:32:59 UTC 2016
Pages21
Paragraphs326
Words7852

Comments