X hits on this document

556 views

0 shares

0 downloads

0 comments

12 / 214

A permanente consciência da morte, a luta contra ela, a convivência com sua presença - fazedoras de ausências - transformam-se poeticamente numa descoberta essencial de vida, numa valorização intensa da existência mais cotidiana, redescoberta como única, irrepetível, insubstituível. Não é possível separar a experiência de vida da experiência poética do autor de Pasárgada, embora sua poesia - de uma universalidade intensa, ardente e simples - não possa ser reduzida a acontecimentos biográficos, que se revelam matrizes de imagens, de emoções, de ritmos, transfigurados na alquimia da criação.

Document info
Document views556
Page views556
Page last viewedThu Dec 08 08:45:03 UTC 2016
Pages214
Paragraphs568
Words15987

Comments