X hits on this document

490 views

0 shares

0 downloads

0 comments

156 / 214

Momento num café

Na 2ª estrofe, os versos 8 e 10, livres, reforçam a diferença das duas visões de mundo que aparecem no poema. No 8º, têm-se a introdução da 2ª estrofe e a gestualização paradoxal que levará o sujeito solitário, no 10º, à reflexão da relação vida/morte. Tal paradoxo reforça-se ainda pela adversativa no entanto, que segue à introdução daquele que divergirá do pensamento comum: um no entanto, e pela pontuação, uma vez que há apenas dois pontos: um que encerra a 1ª estrofe e outro a 2ª e o próprio poema.

Document info
Document views490
Page views490
Page last viewedSun Dec 04 13:34:32 UTC 2016
Pages214
Paragraphs568
Words15987

Comments