X hits on this document

520 views

0 shares

0 downloads

0 comments

182 / 214

Arte de amar

A morte sempre foi um dos temas mais recorrentes da poesia bandeiriana, visto que o poeta sofreu durante vários anos com a tuberculose e fora desenganado por uma pluralidade de médicos. Em Belo Belo, onde  encontramos o poema "Arte de amar", e nos livros subseqüentes de Bandeira, a morte tornou-se um tema ainda mais constante. Todavia, não encontramos nestes poemas, uma ironia tão acentuada. Isto não quer dizer que o poeta abandonou totalmente este tropo. Pelo contrário, ele lança mão deste recurso, no entanto, o faz de maneira mais leve e reflexiva.

Document info
Document views520
Page views520
Page last viewedTue Dec 06 14:16:42 UTC 2016
Pages214
Paragraphs568
Words15987

Comments