X hits on this document

468 views

0 shares

0 downloads

0 comments

198 / 214

Consoada

Esta intimidade com a dor e a morte gera  uma amizade que é um contentamento amoroso, uma rotina para um homem acompanhado permanentemente da “indesejada das gentes”. Neste sentido podemos afirmar que foi, sim, Bandeira o traidor, pois durante toda sua existência traiu sua perseguidora (a morte) com sua amante fugidia e involuntária (a vida).

Document info
Document views468
Page views468
Page last viewedSat Dec 03 16:07:50 UTC 2016
Pages214
Paragraphs568
Words15987

Comments