X hits on this document

597 views

0 shares

0 downloads

0 comments

203 / 214

Estrela da tarde (1958/1963)

Reeditado em 1963, com novos poemas, Estrela da tarde apresenta a maturidade do poeta completo que Bandeira já é ao tempo deste livro, onde ele tanto retorna ao soneto tradicional (reinventado na sua poética), como se utiliza de recursos gráficos –talvez inspirados nas vanguardas contemporâneas (o concretismo) – como podemos visualizar em poemas como: Azulejo, Rosa tumultuada e A onda.

Document info
Document views597
Page views597
Page last viewedFri Dec 09 17:31:35 UTC 2016
Pages214
Paragraphs568
Words15987

Comments