X hits on this document

600 views

0 shares

0 downloads

0 comments

29 / 214

O livro de estréia de Manuel Bandeira – A Cinza das Horas (1917) – é repleto de poemas de um lirismo melancólico e que remetem a temas como a espera da morte, a frustração, a resignação de quem espera o fim, o sofrimento, a angústia, a tristeza, etc. O poema “Desencanto”, por exemplo, é um metapoema que descreve o ato de fazer poesia como uma espécie de “válvula de escape”, como um desabafo de um ser que sofre e espera a morte.

Document info
Document views600
Page views600
Page last viewedFri Dec 09 20:07:24 UTC 2016
Pages214
Paragraphs568
Words15987

Comments