X hits on this document

553 views

0 shares

0 downloads

0 comments

65 / 214

O ritmo dissoluto

Com este espírito infantil muitas das poesias de Manuel Bandeira estão impregnadas de uma volúpia de ser triste, de uma satisfação prazente do sofrimento.

“Ah! Esta volúpia amarga de viver, esta “tristeza dos que perderam o gosto de viver” e que em tudo e acima de tudo adoram a vida!”

Document info
Document views553
Page views553
Page last viewedThu Dec 08 06:41:22 UTC 2016
Pages214
Paragraphs568
Words15987

Comments