X hits on this document

592 views

0 shares

0 downloads

0 comments

66 / 214

O ritmo dissoluto

Antes de adotar a inteira liberdade do verso moderno, de abandonar a rima e a métrica, a poesia de Manuel Bandeira já possuía, desde o primeiro livro, um espírito original e independente, algo de irreconciliável com o estabelecido até então e que lembrava, de alguma forma, a influência do valor intuitivo nas obras artísticas, este valor que levado ao exagero e calçado no “consciente” de Hartman, produziu os poemas de Tristan Tzara, os desenhos de Picabia e, em suma, toda a falange destes incompreensíveis e simpáticos “Dadás”.

Document info
Document views592
Page views592
Page last viewedFri Dec 09 13:45:54 UTC 2016
Pages214
Paragraphs568
Words15987

Comments