X hits on this document

456 views

0 shares

0 downloads

0 comments

76 / 214

Meninos carvoeiros

O poema fecha, dessa forma, seu ciclo de miséria, enriquecido pela sugestão lírica da infância. A crermos na análise sugerida, indica-nos a presença do flagrante olhar do poeta sobre a questão social que recorta, miúda por um lado, a miséria dos carvoeirinhos e da velhinha que se dobra com um gemido, mas gigantesca, ao mesmo tempo, se a relacionamos a todas as outras misérias sociais e suas causas, miséria ainda a gravada pela fragilidade dos seres que a visão do eu-lírico encerra no poema: as duas pontas da vida, a infância e a velhice.

Document info
Document views456
Page views456
Page last viewedSat Oct 29 00:24:50 UTC 2016
Pages214
Paragraphs568
Words15987

Comments