X hits on this document

699 views

0 shares

0 downloads

0 comments

95 / 214

LIBERTINAGEM

Numa poesia emocionante pela simplicidade de expressão, acolhendo mil símbolos fiéis, “O Cacto”, o último verso diz bem o ritmo de Bandeira: “Era belo, áspero, intratável.”

Aliás, se dá mesmo uma luta permanente entre essa essência “intratável” do indivíduo Manuel Bandeira e o lírico que tem nele.

Document info
Document views699
Page views699
Page last viewedWed Jan 18 06:59:55 UTC 2017
Pages214
Paragraphs568
Words15987

Comments