X hits on this document

PDF document

Jornadas Sul-Americanas de Engenharia Estrutural - page 8 / 15

37 views

0 shares

0 downloads

0 comments

8 / 15

XXX

JORNADAS

SUL-AMERICANAS

DE

ENGENHARIA

ESTRUTURAL

Uma entidade do tipo nó possui também a capacidade de receber cargas concentradas. Dado que a carga pontual é introduzida no programa através da direção de um vetor unitário e o valor da carga, pode ser definido qualquer carregamento e em qualquer direção.

As condições de contorno da malha, ou seja, a forma como a malha estrutural se vincula à terra também são definidas no nó. Segundo este, são quatro os tipos de vinculação possíveis:

  • Nó totalmente móvel;

  • Apoio fixo segundo a direção de um vetor e móvel no plano ao qual o vetor é a normal;

  • Apoio móvel segundo a direção de um vetor e fixo no plano ao qual o vetor é a normal;

  • Apoio fixo.

Além dessas quatro possibilidades de vinculação, o nó ainda guarda as condições de impedimento de giro, que podem ser:

    • Giro liberado em todas as direções;

    • Giro impedido segundo um eixo dado pela direção de um vetor e livre nas outras duas direções ortonormais;

    • Giro livre segundo um eixo dado pela direção de um vetor e impedido nas outras duas direções ortonormais;

    • Giro totalmente impedido, ou seja, engaste.

  • O

    diagrama da figura 1, pag 8 apresenta os métodos da classe TPZnode.

      • 4.2.2

        Classe TPZbeam

Para a criação de um objeto da classe TPZbeam, são necessários dois objetos da classe TPZnode. Embora um objeto da classe TPZnode possa ter tantas referências de objetos do tipo TPZbeam, um objeto do tipo TPZbeam pode ter apanas referência a dois objetos do tipo TPZnode.

A representação gráfica da barra é a mais complexa do programa. A barra, no momento da criação, é uma linha que une os dois nós. Assim que as características físicas são atribuídas a ela, a barra tem a cor de sua representação alterada e desenha no meio desta um contorno da sua seção transversal. A adoção desta estratégia dispensa a necessidade da representação completa da viga. Como se não bastasse, o desenho da seção transversal auxilia no entendimento da malha tridimensional da estrutura.

A barra admite carregamento que pode ser distribuído trapezoidal, triangular ou uniforme. A orientação do carregamento pode se dar segundo a direção de um vetor global ou mesmo segundo uma das três direções principais da barra. Esse último caso permite que a orientação do carregamento seja alterado juntamente com a alteração da orientação da barra.

Pelo fato da barra depender da existência de dois nós, as ferramentas de edição da barra não precisaram ser criadas, assim, a única forma de se alterar a orientação da barra é movimentar algum de seus nós. Isto torna a relação de dependência entre nó e barra mais evidente e o conjunto mais robusto.

A figura 2 na página 8 mostra a estrutura da classe TPZbeam

7

Document info
Document views37
Page views37
Page last viewedFri Dec 09 18:28:13 UTC 2016
Pages15
Paragraphs422
Words5053

Comments