X hits on this document

Word document

D1. HISTÓRIA E INTRODUÇÃO ÀS ARTES - page 11 / 21

59 views

0 shares

0 downloads

0 comments

11 / 21

todos os cantos considerados perfeitos, com indicações sobre o modo de cantá-los. O repertório é depurado da influência oriental; a melodia é plana e linear “cantus planus” (Canto-chão).

Os Cantos Gregorianos foram a música oficial da Igreja e das Universidades durante mil anos.

O monge Hucbaldo estabeleceu a pauta de quatro linhas. Começava-se a inventar formas

de notação musical. Em seguida, o beneditino italiano Guido D’Arezzo completou a pauta de

quatro linhas, atribuindo às notas seus nomes, tirados das sílabas iniciais de um hino a São João

Batista: UT queant laxis / Ressomare fibris / Mira gestorum / Famuli tuorum / SOLve polluti / Labii reatum / Sancte Ioannes. No século XVII, o UT passou a ser DO, em homenagem a João

Batista Doni.

11

No final da Idade Média, o canto gregoriano vai cedendo lugar á música executada a duas

vozes, surgindo o contraponto e mais tarde a polifonia, que deu início de uma nova era na

música ocidental: o “Renascimento”.

2.3 A ARTE DO RENASCIMENTO

A vida intelectual, nos séculos XV e XVI, foi expressão das novas realidades

econômicas, sociais, políticas e religiosas com que o homem se defrontou e que imprimiram

certas características à Filosofia, à Ciência e às Artes, no período.

· Um Erro Secular

A palavra “Renascimento”, usada comumente para designar o movimento intelectual do

início da Idade Moderna, não traduz, entretanto, o que acontecia realmente. De fato, o homem

dessa fase desenvolveu uma mentalidade individualista e crítica, voltada para os interesses

materiais e preocupada com a valorização da vida terrena, em oposição aos antigos ideais

medievais. Isto fez com que ele imprimisse uma caracterização humanista à cultura intelectual,

inspirada nos modelos greco-romanos (clássicos) – civilizações grega e romana comumente conhecidas como civilizações “clássicas”, para cuja imitação muito contribuiu a fixação, na

Península Itálica, de sábios bizantinos, que fugiam ao domínio turco. Nem de longe, no entanto,

se pode, hoje, aceitar a idéia de uma “ressurreição” da cultura intelectual, pois a Idade Média

foi um período de alta criatividade nesse setor, impregnada porém, da visão espiritualista e

mística com que o homem medieval encarava a realidade.

· Características da Arte Renascentista

A arte renascentista caracterizou-se por vários fatores:

- a busca da inspiração nos ideais greco-romanos;

- o homem renascentista valorizava a natureza principalmente a humana;

- o gosto pelo luxo e comodidade;

- como fonte de inspiração, o retorno à natureza;

Document info
Document views59
Page views59
Page last viewedWed Dec 07 13:27:44 UTC 2016
Pages21
Paragraphs661
Words8419

Comments