X hits on this document

Word document

D1. HISTÓRIA E INTRODUÇÃO ÀS ARTES - page 7 / 21

70 views

0 shares

0 downloads

0 comments

7 / 21

sonora, com outro sentido e sem a nobreza inicial conferida pelos gregos, a música desceu às

catacumbas, juntamente com os cristãos.

7

Passou a ser um elemento de elevação espiritual, auxiliar valioso na tarefa de revelar um

mundo interior e pessoal.

2.2 A ARTE MEDIEVAL

Segundo a Historiografia tradicional, a Idade Média se estende do século V, quando

ocorreu a queda do Império Romano do Ocidente nas mãos dos Hérulos, até o século XV,

quando se deu a queda de Constantinopla nas mãos dos turcos otomanos.

· A Arte Páleo-Cristã

Quando o Cristianismo foi perseguido no Império Romano, os cristãos refugiaram-se nas

catacumbas (túmulos subterrâneos), para poderem realizar os seus cultos. Depois que o Edito

de Milão (Constantino, ano 313) deu liberdade de culto ao Cristianismo, esta arte desenvolveuse

de forma mais livre. Dessa arte mais tarde, nasceu a Arte Bizantina e a Arte Românica.

A) A ARTE BIZANTINA

No lugar onde existiu a antiga colônia grega de “Bizâncio”, Constantino fundou no ano

de 330 a cidade de Constantinopla (hoje Istambul). Sob o ponto de vista cultural,

Constantinopla representava a síntese do mundo greco-romano e do mundo oriental

A arte bizantina destacou-se pela conjugação do luxo e da exuberância orientais com o

equilíbrio e a sobriedade dos romanos. As Igrejas, monumentos característicos da época,

representam a mais alta expressão do espírito bizantino. É uma arte eminentemente religiosa,

que atinge seu apogeu na época do imperador Justiniano.

· Pintura Bizantina

É tipicamente bidimensional. A abundância de paredes e superfícies interiores das igrejas é propícia às decorações em mosaicos ou afrescos. Os artistas, que eram mestres de obras,

arquitetos, escultores e pintores ao mesmo tempo, trabalham segundo suas tendências gerais:

uma influenciada pelo mosaico bizantino e outra mais livre, de inspiração popular, com maior

liberdade no traço, na distribuição de cores ou na representação de temas sagrados. O talento

dos monges copistas produziu maravilhosas cenas onde a vida na Idade Média se encontra

retratada.

· A Arquitetura Bizantina

A maior realização cultural do governo de Justiniano foi a construção da “Igreja de Santa Sofia”. Por fora, o templo era muito simples; mas por dentro apresentava grande

suntuosidade. O traço marcante de sua arquitetura era a imensa cúpula apoiada em colunas

terminadas em capitéis ricamente trabalhados.

8

Para seu revestimento, artistas confeccionaram mosaicos em cores azul e verde sobre o

fundo negro; estes mosaicos representavam figuras geométricas ou animais e, destacando-se

Document info
Document views70
Page views70
Page last viewedTue Jan 17 09:51:41 UTC 2017
Pages21
Paragraphs661
Words8419

Comments