X hits on this document

Word document

D1. HISTÓRIA E INTRODUÇÃO ÀS ARTES - page 8 / 21

51 views

0 shares

0 downloads

0 comments

8 / 21

entre elas, a figura de Cristo e cenas do Evangelho.

Um dos centros onde foram produzidos belíssimos mosaicos era “Ravena”, sede do

domínio bizantino na Itália. O movimento Iconoclasta, nos séculos X e XI, freou um pouco

esse desenvolvimento artístico. Inspirada na arquitetura persa, a arquitetura bizantina coroou

majestosas cúpulas, diferenciando-se do estilo das basílicas romanas. Já bem antes, as Igrejas de São Sérgio e dos Santos Apóstolos são entre outras, exemplos do esplendor da arquitetura

bizantina. Tinham planta de cruz grega e cinco de suas cúpulas serviram de modelo à Catedral de São Marcos (século XI), de Veneza.

· Escultura Bizantina

Os bizantinos dedicaram-se a uma escultura mais estilizada e simbolista, profundamente

ligada a motivos religiosos. Fundem influências da arte oriental com as da escultura grecoromanas.

Suas composições apresentam maior formalidade e estilização, menos vivacidade e

leveza, dedicando-se particularmente ao baixo-relevo em mármore, pedra e madeira ou marfim.

B) A ARTE ROMÂNICA

O estilo românico dominou toda a Europa Ocidental, unida pela mesma fé cristã.

Apresentou, entretanto, variações regionais; de acordo com as influências locais diversas, que

originaram várias “escolas” românicas. Na antiga Magna Grécia (sul da Itália), são comuns as

construções de teto plano, paredes e pisos de mosaico. Em Roma persistem as tradições cristãs

primitivas, mantendo-se a planta em cruz latina. Na região de Milão, Como, Pavia, Verona, a

arquitetura sofre influência dos lombardos. Na Toscana, mantêm-se as tradições greco-romanas.

Em Veneza, a influência bizantina é acentuada. Na França, destaca-se a Escola de Borgonha,

orientada segundo as tradições da Abadia de Cluny. Na Alemanha, a influência lombarda dá

origem à escola romana.

· Arquitetura Românica

Considerada “arte sacra”, ela está voltada à construção de igrejas, monastérios, abadias e

mosteiros as “Fortalezas Sagradas”. O elemento essencial é a abóbada de pedra, tijolos ou

argamassa, em forma de berço dada pelo arco de plena cintra (meia circunferência).

O estilo românico sintetiza a alma dos homens que o criaram. Por um lado reflete o medo

que dominava as populações da Europa Ocidental; por outro, exprime o profundo sentimento

religioso que marcou o período.

· Pintura

A mitologia e as artes dos romanos, por outro lado, têm influenciado as artes ocidentais,

Document info
Document views51
Page views51
Page last viewedFri Dec 02 20:13:04 UTC 2016
Pages21
Paragraphs661
Words8419

Comments