X hits on this document

Word document

LexUriServ.do?uri=COM:2003:0773:FIN:PT:DOC - page 131 / 227

631 views

0 shares

0 downloads

0 comments

131 / 227

Sensibilização do público

Alguns Estados-Membros sublinham a necessidade de maior sensibilização do público para a pobreza e a exclusão social e o processo dos PAN/incl, propondo interessantes acções neste domínio. Todavia, para a maior parte dos Estados-Membros, não são referidos instrumentos específicos de sensibilização.

Na Bélgica, foram instituídos vários tipos de diálogo e preparado um conjunto de publicações, juntamente com um relatório semestral. A França prevê o lançamento de uma campanha em grande escala de informação destinada a mudar atitudes e sensibilizar para o combate à exclusão social. A Suécia sublinha que a tónica do plano de 2003 é colocada na sensibilização do público para o processo de inclusão social, o qual não está ainda suficientemente divulgado em muitos quadrantes. Propõe ainda a difusão de estratégias de inclusão horizontal bem sucedidas junto de todas as autoridades locais. A Espanha identifica um vasto conjunto de acções (divulgação do PAN, melhoria da cobertura mediática, eventos, campanhas e debates, inquéritos de opinião, participação de escolas) para reforçar a sensibilização e o debate em torno das políticas de inclusão social. No Reino Unido, a notoriedade do PAN 2003 foi substancialmente acrescida com a publicação do texto em inglês e em gaélico. Alguns outros PAN foram também publicados (Alemanha, Dinamarca, Irlanda, Países Baixos). No Reino Unido, a Social Exclusion Unit disponibiliza os resultados do seu trabalho de investigação em todo o país. Na Irlanda, a Agência de Combate à Pobreza tem por principal função reforçar a sensibilização do público para a pobreza e a exclusão social e as formas de a combater.

Outra forma de sensibilizar o público consiste em fomentar o debate sobre as políticas de exclusão social nos parlamentos nacionais, conforme salientam os planos nacionais da Espanha e da Irlanda. Porém, a participação dos parlamentos nacionais no processo permanece insuficiente.

Responsabilidade social das empresas

A necessidade de promover a responsabilidade social das empresas é uma questão salientada em alguns PAN (Dinamarca, Espanha, França, Irlanda, Itália e Suécia). Assim, em 2002, na Suécia, o governo instituiu a Parceria Sueca para a Responsabilidade Global que tinha por objectivo melhorar as condições de vida dos pobres e fazer respeitar os direitos humanos. Também na Suécia, a responsabilidade social das empresas é uma das prioridades do Programa EQUAL sueco. A Irlanda possui um mecanismo para promover a responsabilidade social, sob a égide da Foundation for Investing in Communities. Na Dinamarca, há várias formas de promover a responsabilidade social das empresas, designadamente a instituição de prémios ao recrutamento de pessoas que requerem condições de trabalho especiais e o desenvolvimento de um instrumento de auto-avaliação da responsabilidade social, o índice social.

9. Integrar a dimensão da igualdade entre homens e mulheres em todas as políticas e acções (gender mainstreaming)

A integração da dimensão do género (gender mainstreaming) visa a (re)organização, o aperfeiçoamento, o desenvolvimento e a avaliação do processo de elaboração de

131

Document info
Document views631
Page views631
Page last viewedThu Dec 08 10:57:26 UTC 2016
Pages227
Paragraphs2435
Words105696

Comments