X hits on this document

Word document

LexUriServ.do?uri=COM:2003:0773:FIN:PT:DOC - page 151 / 227

666 views

0 shares

0 downloads

0 comments

151 / 227

Estado-Membro

Designação da medida

Síntese

Principais áreas envolvidas

12. Actuar em favor dos mais vulneráveis

12.1. IMIGRANTES

França

Integração dos novos migrantes

Criar um verdadeiro serviço público para estrangeiros em situação legal, avançando com uma política de integração e combate a todas as formas de intolerância. Programa de acção interministerial para a integração de estrangeiros: plataforma de ajuda gerida pela Organização Internacional das Migrações (OMI). Orientação e apoio para migrantes recém-chegados e contratos de integração; serviços de apoio (cursos de línguas, orientação pré-profissional, ligações aos serviços públicos de emprego, informação).

Alemanha

Formação em luta contra a discriminação nas administrações públicas de Berlim

O propósito do projecto “Berlim - Cidade da Diversidade” reside em ministrar ao pessoal dos sectores do ensino e da saúde competências na área da diversidade e da luta contra a discriminação, a fim de promover a igualdade de tratamento e erradicar a discriminação. Esta ideia aplica-se não só aos imigrantes, como também a todos os grupos minoritários. Pretende-se uma mudança de atitude por parte dos funcionários da administração pública relativamente às pessoas oriundas de minorias, quer enquanto colegas de trabalho, quer como utentes dos serviços.

Espanha

Serviço de mediação social intercultural (SEMSI)

Trata-se de um serviço público destinado a pessoas que partilham situações interculturais e trabalham em novos sistemas de relações sociais assentes na diversidade cultural e na riqueza dos ambientes multiculturais.

12.2. IDOSOS

Grécia

Investir nos serviços: programa de ajuda no domicílio

Principais objectivos: garantir que os idosos e as pessoas com deficiência possam permanecer no respectivo ambiente físico e social familiar; preservar a coesão familiar; evitar o recurso aos cuidados institucionais e prevenir as situações de exclusão social; garantir aos idosos condições de vida dignas e saudáveis e maior qualidade de vida. Cada unidade que presta serviços no âmbito do programa conta com um técnico responsável pela coordenação, uma ou duas enfermeiras e um a três auxiliares de cuidados ao domicílio. O trabalho é desenvolvido em equipa e segundo uma programação à escala da comunidade.

Itália

Projecto “Idosos”

A Fondazione del Monte di Bologna e Ravenna lançou o projecto há três anos. O projecto inclui um vasto programa de cuidados no domicílio para idosos dependentes que vivem nas províncias de Bolonha e Ravenna e visa permitir-lhes que permaneçam nas suas casas e, ao mesmo tempo, aliviar as famílias da necessidade de cuidados constantes e de assistência, tornando possível manter a proximidade com os familiares.

151

Document info
Document views666
Page views666
Page last viewedSat Dec 10 01:31:01 UTC 2016
Pages227
Paragraphs2435
Words105696

Comments