X hits on this document

Word document

LexUriServ.do?uri=COM:2003:0773:FIN:PT:DOC - page 165 / 227

695 views

0 shares

0 downloads

0 comments

165 / 227

estreita e um diálogo com a família do indivíduo e velar por que os valores essenciais numa sociedade aberta sejam aceites e praticados pelo aluno e a sua família. Um desafio importante é o facto de grande parte da aplicação prática ser da competência dos assistentes sociais locais, dos professores, dos educadores de infância e de outros indivíduos que são necessários para alterar a tónica da sua abordagem. Uma questão essencial é a forma como essas estratégias individualizadas podem ser introduzidas, ao mesmo tempo que se reduzem os custos sociais para manter equilibrados os orçamentos sociais a nível local. Registase uma viragem na tónica em favor dos grupos mais vulneráveis. Os esforços concentrarseão em proporcionar aos grupos mais vulneráveis uma vida com significado, traduzindo e respeitando as suas necessidades e anseios e reforçando as suas possibilidades de aderir e dar o seu contributo à comunidade. Calculase existirem cerca de 14 000 toxicodependentes, 22 000 doentes mentais, 8 500 semabrigo e 5700 prostitutas na Dinamarca. A intenção é orientar as acções directamente para estas pessoas. O plano visa uma adaptação mais eficaz às necessidades individuais, o aumento do envolvimento do utente e o reforço da protecção jurídica. Para o período 20022005, foram afectados recursos significativos para o desenvolvimento de novas actividades. Entre estas contamse novas ofertas de tratamento dos toxicodependentes, um leque mais amplo de apoios aos alcoólicos e uma expansão e melhoria da qualidade dos cuidados dispensados aos doentes mentais. No que respeita aos semabrigo, o objectivo é que as autoridades locais estabeleçam unidades residenciais temporárias com 300 camas até estarem disponíveis instalações permanentes em número suficiente. Estão programadas 75 camas adicionais em unidades residenciais alternativas de cuidados para os toxicodependentes e os alcoólicos que tenham necessidades de tratamento imediato.

No Inverno 2002/2003, foi publicado um Livro Branco sobre os inuits socialmente vulneráveis que vivem na Dinamarca. Estão a ser adoptadas medidas de apoio a este grupo.

A criação do Conselho para as Pessoas Socialmente Desfavorecidas, em Abril de 2002, assinalou um novo avanço que irá sustentar as metas consubstanciadas no plano “responsabilidade partilhada”. Este Conselho foi criado como um órgão independente para acompanhar os desenvolvimentos no país e os efeitos da política governamental. Este órgão agirá como conselheiro na concepção de políticas relativas às pessoas socialmente marginalizadas. O desenvolvimento gradual do papel dos comités locais de coordenação implica igualmente que o debate sobre o mercado de trabalho socialmente inclusivo foi estendido ao nível local onde é mais provável que as iniciativas sejam coroadas de êxito. Por último, a Dinamarca tem uma longa tradição de cooperação em matérias sociais entre associações voluntárias e o sector público. Outras iniciativas foram empreendidas para reforçar o trabalho social voluntário, designadamente através do acordo sobre a carta de cooperação entre o sector voluntário e as autoridades públicas.

18.

Perspectiva de género

No conjunto, o governo visa direccionar as iniciativas no âmbito do esforço de reinserção segundo diferentes padrões de marginalização de ambos os sexos; por exemplo, há mais homens semabrigo do que mulheres. Outras medidas neste domínio incluem um apoio acrescido a vítimas femininas de violência e um novo plano de acção de prevenção do tráfico de seres humanos e de apoio às suas vítimas.

19.

Questões actuais e desafios futuros

O consenso é generalizado quanto à importância de concretizar a meta de aumentar significativamente o emprego até 2010, a fim de assegurar a sustentabilidade das finanças públicas à luz do envelhecimento da população. O governo anunciou a criação de uma

165

Document info
Document views695
Page views695
Page last viewedSun Dec 11 03:06:09 UTC 2016
Pages227
Paragraphs2435
Words105696

Comments