X hits on this document

244 views

0 shares

0 downloads

0 comments

62 / 80

Estudo da condição ambiental de três riachos...

59

distribuição ordenada da abundância (números de indivíduos) e biomassa (gramas) das espécies ao mesmo tempo, mesmo sendo representadas por unidades diferentes (indivíduos e gramas). Desta forma, não é necessário que diferentes localidades possuam os mesmos conjuntos de táxons para que uma comparação de suas condições possa ser realizada.

abundância. No Riacho 3 (Figura 5), nos três trechos analisados, a curva de abundância tem início acima da curva de biomassa, sendo superada pela curva de biomassa em diferentes “ranks”.

Resultados

Os valores referentes aos dados físicos e químicos, composição de substrato e vegetação predominante no entorno dos trechos amostrados estão apresentados na Tabela I, onde pode-se verificar que o Riacho 3 possui a maior média de largura e profundidade, seguido pelos Riachos 1 e 2 respectivamente. Foi observado que o Riacho 3 apresentava as piores condições ambientais, cujas características gerais e a pontuação obtida pelo protocolo presente em Callisto et al. (2001) estão descritas na Tabela II. O Riacho 2, com maior valor de condutividade, também foi o que mostrou maior deposição de matéria orgânica em seu leito.

Através do presente levantamento macrofaunístico, foram encontradas 22 espécies de organismos, distribuídos em: 13 famílias de insetos (13 gêneros e 6 ordens), 5 espécies de peixes, 2 espécies de crustáceos, 1 espécie de anfíbio e um único nematomorfo como listados na Tabela III.

Os organismos estão apresentados na Tabela IV, em seus locais de captura com seus respectivos valores de abundância e biomassa, onde é possível observar diferenças entre a composição específica e a abundância das espécies (inclusive em seus respectivos trechos), mesmo que o valor de riqueza dos três riachos tenha sido semelhante (Tabela V). Consequentemente houve diferença significativa entre os índices de diversidade (Shannon) dos riachos (Tabela V), conforme o teste t (Tabela VI).

Para corroborar com a situação ambiental observada nos riachos amostrados, foram utilizadas as curvas ABC para cada riacho e trecho (Figuras 3, 4 e 5 ) , n a q u a l s e r e l a c i o n a m o s v a l o r e s p e r c e n t u a i s cumulativos encontrados biomassa dos organismos. abundância e para

Mediante a observação da Figura 3, verifica- se que a curva de biomassa é superior em todos os trechos amostrados no Riacho 1, nunca sendo ultrapassada pela curva de abundância. No Riacho 2 (Figura 4), a curva de biomassa é superior nos dois primeiros trechos (nascente e médio), porém a curva de abundância é um pouco superior no início do trecho da foz, além de cruzar em determinado ponto (“rank” 3) e posteriormente segue acima da

Figura 3. Curvas comparativas de abundância e biomassa (percentuais cumulativos) para os organismos presentes nos trechos amostrados do Riacho 1.

Discussão

Um dos atributos mais importantes que se deve levar em conta em estudos de estruturas de comunidade é a diversidade apresentada pela mesma, ou seja, o número de espécies e sua composição numérica. De acordo com Stiling (1999), a maneira mais simples e objetiva de se verificar a diversidade de uma comunidade é contar

  • o

    número de espécies presentes na mesma, sendo

este resultado o que denominamos de riqueza de espécies.

  • O

    maior valor de diversidade do Riacho 1,

deve-se ao maior número de microhabitats e melhores condições ambientais presentes no trecho. Organismos como crustáceos decápodes, efemerópteros e nematomorfos merecem destaques dentro das comunidades analisadas, uma vez que os mesmos são considerados invertebrados indicadores de qualidade ambiental (Callisto et al. 2001, Pérez et al. 2001). Este riacho ainda apresenta um número maior de Trichomycterus sp. com relação aos outros riachos, espécie típica de

Pan-American Journal of Aquatic Sciences (2007), 2 (1): 55-65

Document info
Document views244
Page views244
Page last viewedFri Dec 09 12:05:27 UTC 2016
Pages80
Paragraphs4377
Words44828

Comments