X hits on this document

227 views

0 shares

0 downloads

0 comments

73 / 80

70

F. DE A. SCHROEDER & J. P. CASTELLO

associado cardumes

ao FAD, uma vez que os

com

indivíduos

de

atuns formam comprimento

semelhantes (Pitcher & Parrish, 1993).

Considerações Econômicas

As

considerações

que

seguem

estão

inteiramente baseadas em informações proporcionadas pelo mestre e a tripulação.

Na pesca de espinhel pelágico, a armação do barco custou aproximadamente 300 mil reais, sendo necessários investimentos entre 5 e 10 mil reais em material de reposição por mês. Durante o cruzeiro, gastou-se aproximadamente 22 mil reais (14 toneladas de óleo diesel e cinco toneladas de isca).

  • O

    valor de mercado (em 2006) da albacora-

de-laje, principal espécie capturada, foi de 12 reais por quilo para exemplares acima de 12 kg e oito reais por quilo para os menores. Com esses valores,

  • o

    rendimento bruto desta

aproximadamente 201 mil reais.

espécie

foi

de

Sendo assim, o rendimento da pescaria, já descontados os demais custos fixos (gelo, alimentação e água), foram de aproximadamente 161 mil reais, ou seja, 13 mil reais por dia de trabalho. Esse valor não contempla gastos com transporte terrestre do pescado, manutenção da embarcação, impostos, taxas governamentais e portuárias e leis trabalhistas.

Na pesca de “cardume associado”, a armação do barco custou um mil reais e são necessários entre 100 e 300 reais de material de reposição por mês. Durante o cruzeiro, gastou-se aproximadamente 6,4 mil reais (quatro toneladas) de óleo diesel e 300 reais (0,3 toneladas) de isca congelada.

  • O

    valor de mercado para a albacora-

bandolin, principal espécie capturada nesta modalidade, ficou entre 19 e 22 reais por quilo para exemplares acima de 12 kg e entre 10 e 12 reais por quilo para os menores. Com esses valores, o rendimento bruto do cruzeiro foi cerca de 190 mil reais.

Sendo assim, o rendimento líquido da pescaria, (descontados os demais custos fixos) foi de aproximadamente 180 mil reais, ou seja, 9,6 mil reais por dia de trabalho. Da mesma forma que para a albacora-de-laje, esse valor não contempla gastos com transporte terrestre do pescado, manutenção da embarcação, impostos e taxas governamentais e portuárias e leis trabalhistas.

Comparação entre as duas modalidades

Embora praticadas pela mesma embarcação e tripulação, as diferenças entre as técnicas foram significativas, apresentando vantagens e desvanta-

gens para ambas as modalidades.

A segurança, tanto econômica quanto física foi superior na técnica de “cardume associado”, uma vez que após o cardume passar a acompanhar a embarcação, haverá, por muito tempo, peixe disponível para a captura, ou seja, é remota a chance da embarcação voltar sem peixe para o porto. No entanto, é de se esperar que, com um aumento dessa atividade/frota, fique mais difícil a localização de cardumes e o sucesso dessa pescaria. No espinhel a chance de voltar sem peixe existe e não é desprezível. A segurança física, de acordo com a tripulação, é proporcionada por um regime mais leve de trabalho, com menor chance de acidentes.

Uma outra vantagem apontada é que como a pesca envolve duas embarcações e apenas um cardume, a tripulação permanece mais tempo em terra. Geralmente são 10 dias embarcados e 10 dias desembarcados. Isso proporciona maior convivência com a família e a possibilidade de realizar serviços paralelos. Na pesca com espinhel esse balanço é de 12 dias embarcado e três desembarcado, limitando a vida social dos pescadores.

  • O

    valor elevado do pescado e o baixo custo

operacional representam dois fatores muito importantes para a modalidade de pesca com “cardume associado”, pois a captura, quando comparada com o espinhel, é reduzida. Em média são capturados 57,6 atuns por dia no espinhel e 30,5 unidades por dia nesta técnica alternativa. O tamanho dos atuns também pesa a favor do espinhel, com média de 26 kg por atum, contra 15,5 kg por unidade na pesca com “cardume associado”. Assim, se os custos operacionais e o valor de mercado do pescado fossem semelhantes, a técnica de “cardume associado” seria comercialmente desfavorável.

  • O

    tamanho dos atuns capturados gera uma

preocupação na técnica de “cardume associado”. O comprimento furcal médio das albacoras-bandolin capturadas corresponde ao da primeira maturação sexual que é de 1,10 metros (Matsumoto & Miyabe, 2002), e de um metro para a albacora-de-laje (Costa et al., 2005). No espinhel, 83,9% dos atuns estavam acima deste tamanho, enquanto na técnica com “cardume associado”, apenas 25,8% atingiram esta marca. Isso significa que a pesca se concentra nos indivíduos imaturos sexualmente.

Essa característica é típica de FADs, onde os atuns agregados são predominantemente juvenis (Holland et al., 1998; Itano & Holland, 2000; Schaefer & Fuller, 2004). Essa situação recomenda cautela, pois se a técnica alternativa é difundida, pode comprometer a sustentabilidade desta pescaria. No entanto, Pauly (1997), Pauly et al. (2002), Maunder, (2002) e Beamish et al., (2006), assinalam

Pan-American Journal of Aquatic Sciences (2007) 2 (1): 66-74

Document info
Document views227
Page views227
Page last viewedTue Dec 06 20:03:11 UTC 2016
Pages80
Paragraphs4377
Words44828

Comments