X hits on this document

457 views

0 shares

0 downloads

0 comments

105 / 184

CONSIDERAÇÕES SOBRE A PEREGRINATIO AETHERIAE

Com efeito, num total aproximado de 1300 palavras, encontram-se na Peregrinatio Aetheriae:

a) Palavras que pertencem tanto ao latim literário, quanto ao latim corrente do período imperial, época em que é mais considerável a freqüência de vulgarismos nos textos. Enquadram-se tais palavras nas “isoglosas latinas generales”, responsáveis pela unidade românica, as quais socialmente pertencem a todas as classes e cronologicamente são atestadas na língua corrente em todo o período latino: aqua, homo, filius, filia, audire, pater, mater, bonus, altus, magnus, uidere, cantare, cantus, caelum, corpus, terra, dormire, de, in, contra, locus, habere, credere, facere, manus, annus, mons, uallis, mulier, mare, dicere, hora, per, oculus, fons etc.

b) Palavras igualmente conhecidas de todo o latim, as quais, porém, na época imperial já se distribuem em dois grupos: um preferentemente da língua literária, outro da língua corrente.

Aqui é interessantíssimo o comportamento de Etéria. Às vezes, uma indiscutível preferência pela forma clássica; às vezes, pela forma vulgar; às vezes o emprego de ambas as formas. Nos exemplos em que realmente se trate de sinônimos intermutáveis, entendemos ser lícito pensar num período de transição, de norma flutuante, em que os elementos populares vão mais fundamente penetrando na língua escrita. Etéria ora segue a tradição escolar, ora acolhe os elementos da língua

Document info
Document views457
Page views457
Page last viewedSat Dec 03 09:49:52 UTC 2016
Pages184
Paragraphs1442
Words33413

Comments