X hits on this document

527 views

0 shares

0 downloads

0 comments

140 / 184

CONSIDERAÇÕES SOBRE A PEREGRINATIO AETHERIAE

et symétriques. Si ce que dit Spitzer est exagéré, à notre avis on ne peut nier qu’en présence d’un grand nombre de répétitions que se permet Égerie – et nous ne pensons pas tout d’abord aux répétitions que sont à l’origine de cette digression – on peut parler de valeur emphatique (Vermeer, 1965, p. 18-19).

Vermeer pensava no vocabulário, e especialmente no vocabulário da viagem propriamente dita (1-23), que ele estudou magnificamente. Poderemos, contudo, estender a pesquisa a outros campos, especialmente à sintaxe.

Na impossibilidade de um levantamento exaustivo, comentaremos alguns tipos de repetições e explicações. Advertimos desde logo que as denominações, muito genéricas, de repetição e explicação não estão necessariamente associadas às figuras per adiectionem ou à correctio dos antigos retóricos. E isto, aliás, pela natureza mesma da obra. Para nós, tais processos não resultam de uma formação ou de uma intenção retórica; são como que índices de oralidade da narrativa.

Aqui repetição inclui processos de reduplicação, insistência, redundância, acumulação. Até mesmo a explicação, o esclarecimento, a retificação, podem, a nosso ver, ser incluídas nesse título genérico.

As repetições nos levam a outra consideração prévia, de certa relevância para o nosso texto: o emprego freqüente das mesmas formas lingüísticas em situações idênticas vai tornando-as fórmulas, chavões, que abusivamente repetidas vão perdendo seu valor expressivo, tendendo para o lugar-comum.

Document info
Document views527
Page views527
Page last viewedWed Dec 07 13:09:43 UTC 2016
Pages184
Paragraphs1442
Words33413

Comments