X hits on this document

561 views

0 shares

0 downloads

0 comments

142 / 184

CONSIDERAÇÕES SOBRE A PEREGRINATIO AETHERIAE

Hoc autem, antequam perueniremus ad montem Dei, iam referentibus fratribus cognoueram, et postquam ibi perueni, ita esse manifeste cognoui. (2,7)

A freqüência dos substantivos locus, mons, vallis nesses textos é um exemplo bem expressivo das repetições a que nos referimos, aqui ainda explicável pela forte carga emotiva da peregrina:

1º capítulo: locus: 6 vezes

mons: 5 vezes

uallis: 3 vezes

2º capítulo: locus: 6 vezes

mons: 11 vezes

uallis: 9 vezes

Os três substantivos estão entre os vinte de maior freqüência na obra: locus 251 vezes, das quais 211 vezes com o sentido de “situação geográfica”; mons 90; uallis 38. A estatística pura e simples seria inexpressiva; apenas uma estatística. Mas leiam-se os capítulos e repare-se nas repetições muito próximas, sublinhadas às vezes por um adjunto adverbial de lugar representado por um advérbio ubi, hic; por um pronome relativo, ou por um pronome demonstrativo:

1,1: ...peruenimus ad quendam locum, ubi se tamen montes illi inter quos ibamus aperiebant et faciebant uallem infinitam, ingens planissima et ualde pulchram, et trans uallem apparebat mons sanctus Dei Syna. Hic autem locus, ubi se montes aperiebant, iunctus est cum eo loco, quo sunt memoriae concupiscentiae.

Document info
Document views561
Page views561
Page last viewedFri Dec 09 02:51:27 UTC 2016
Pages184
Paragraphs1442
Words33413

Comments