X hits on this document

486 views

0 shares

0 downloads

0 comments

143 / 184

CONSIDERAÇÕES SOBRE A PEREGRINATIO AETHERIAE

1,2: In ergo loco cum uenitur... “Consuetudo est, ut fiat hic oratio ab his qui ueniunt, quando de eo loco primitus uidetur mons Dei”....Habebat autem de eo loco ad montem Dei forsitan quattuor milia totum per ualle illa, quam dixi ingens

No 2º capítulo, de 1 a 4, Etéria fala especialmente do vale. Pois bem, repare-se nesses começos de períodos:

2.1: Vallis autem ipsa ingens est ualde...

Ipsam ergo Vallem nos trauersare habebamus...

2.2: Haec est autem Vallis ingens et planissima, ...

Haec est autem Vallis ingens et planissima, in qua...

Haec est autem uallis, in qua…

Haec ergo uallis ipsa est in cuius capite…

Do 5º parágrafo em diante mais e mais sobressai o monte, “ubi descendit maiestas Dei”. É natural que ele comece com esse substantivo: “Mons autem ipse per giro quidem unus esse uidetur...”

Note-se que em comparação com o “Mons Dei”, os outros, embora sejam também altíssimos (“tam excelsi sint quam nunquam me puto uidisse”; “...quos excelsos uideramus” 2,6), não passam de colliculi.

2. Repetição de adjetivos: grandis, ingens, infinitus

A adjetivação na Peregrinatio, eminentemente denotativa, leva Etéria a explorar uma sinonímia pobre quando aplica o mesmo adjetivo a substantivos que exprimem idéias muito diferentes. Um exemplo expressivo é o de

Document info
Document views486
Page views486
Page last viewedSun Dec 04 19:05:34 UTC 2016
Pages184
Paragraphs1442
Words33413

Comments