X hits on this document

495 views

0 shares

0 downloads

0 comments

156 / 184

CONSIDERAÇÕES SOBRE A PEREGRINATIO AETHERIAE

possível razão de ordem rítmica que vê nesse sintagma um recurso expressivo, como quer Ênio Fonda, nos parece muito discutível.

Ocorrências: 3,2 – 3,7 – 4,7 – 4,8 - 5,3 – 5,8 – 5,11 – 6,1 – 6,3 – 7,9 – 9,1 – 9,5 – 10,8 – 12,11 – 16,1 – 16,2 – 16,4 – (duas vezes) – 16,7 – 19,4 – 20,1 – 21,3 – 21,5 – 23,6 – 23,8 – 25,11 – 27,1 – 29,3 – 36,1 – 37,3 – 43,9. Notem-se as cinco repetições do capítulo 16.

5.6 Itaque ergo

Também já relacionado por Ênio Fonda (Síntese Orgânica, 10,4), ocorre 16 vezes: 2,3 – 5,1 – 10,2 – 11,4 – 12,3 – 13,2 – 16,4 – 18,1 – 18,2 – 18,3 – 19,2 – 19,5 – 19,6 – 20,6 – 35,1 – 47,3. Observe-se o acúmulo de repetições nos capítulos 18 e 19.

5.7 At ubi autem

Sete ocorrências (e não seis, como registrou Ênio Fonda) todas na segunda parte da obra: 25,2 – 25,8 – 29,3 – 33,2 – 37,3 – 37,4 – 37,8.

5.8 In eo ergo loco

Document info
Document views495
Page views495
Page last viewedMon Dec 05 10:36:41 UTC 2016
Pages184
Paragraphs1442
Words33413

Comments