X hits on this document

567 views

0 shares

0 downloads

0 comments

59 / 184

CONSIDERAÇÕES SOBRE A PEREGRINATIO AETHERIAE

5. A conceituação que adotamos não é, porém, unânime, como também não há total concordância dos especialistas sobre alguns atestados, muito conhecidos aliás, dos autores romanos sobre a diversidade dos usos do latim.

Como essa matéria constitui um dos pontos fundamentais de posições que assumimos nesta tese e na orientação de nossos cursos de Latim, vamos deter-nos um pouco mais. Começaremos pelos romanos; depois veremos três posições que ressaltam a atualidade desses estudos e comprovam a necessidade de outra visão lingüística do problema.

6. A literatura latina é riquíssima de informações sobre as variações lingüísticas. Esta fascinante matéria tem sido objeto de inúmeros estudos que focalizam a simples curiosidade lingüística dos romanos, ou o pensamento mais elaborado dos gramáticos. E não é privativa de latinistas, como se pode ver de seu tratamento nas publicações, cada vez mais numerosas, de histórias da Lingüística e da Filologia.

Tomaremos como cicerone um autor que acumula as funções de profundo conhecedor da latinidade e de lingüista de agudíssima percepção: Jules Marouzeau. Num belo artigo em que estuda os conceitos de latinitas, urbanitas e rusticitas (Marouzeau, 1949, p. 7-25), Marouzeau transcreve inúmeros

Document info
Document views567
Page views567
Page last viewedFri Dec 09 08:05:24 UTC 2016
Pages184
Paragraphs1442
Words33413

Comments