X hits on this document

492 views

0 shares

0 downloads

0 comments

71 / 184

CONSIDERAÇÕES SOBRE A PEREGRINATIO AETHERIAE

é a “Umgansprache”, “El latín familiar”, como foi traduzida em espanhol sua grande obra, onde o mestre alemão assim conceitua essa variante lingüística:

...la lengua familiar en todos sus aspectos, el sermo familiaris de la conversación culta, el sermo vulgaris del hombre corriente y el sermo plebeius del arrabal, con curso en las bajas e infimas esferas (Hoffmann, 1958, p. 2).

É, portanto, a linguagem falada em geral, a linguagem de todas as camadas da sociedade, em oposição ao latim escrito ou latim literário.

Entre nós é a posição de que mais se aproxima Serafim da Silva Neto. Digo “mais se aproxima” porque o nosso inolvidável romanista de fato enriqueceu essa segunda concepção, quando destacou a importância dos sermones provinciales; quando ressaltou as realizações individuais; quando frisou as constantes e irrefreáveis interinfluências do intercâmbio social.

Bem colocado “a meio caminho entre a filologia latina e a filologia românica” (Silva Neto, 1957, p. 8), posição que lhe permitiu uma visão prospectiva e uma visão retrospectiva dos problemas referentes ao latim vulgar, Mestre Serafim, com admirável visão lingüística, abriu a questão em vez de fechá-la em esquemas rigorosos. Para ele “embora sem precisão matemática”, é possível admitir quatro matizes da língua corrente: “familiar “latim das classes médias, dos honestiores – influenciado pela urbanitas); vulgar (latim das baixas camadas da população, dos escravos); gírias (militar,

Document info
Document views492
Page views492
Page last viewedMon Dec 05 05:42:43 UTC 2016
Pages184
Paragraphs1442
Words33413

Comments