X hits on this document

596 views

0 shares

0 downloads

0 comments

73 / 184

CONSIDERAÇÕES SOBRE A PEREGRINATIO AETHERIAE

langue speciale, une variation de la langue commune, qui est due à des facteurs d’ordre social et qui se dévelloppe sur le fonds de la langue courante (Mohrmann, 1950, IV, p. 13).

Trata-se de uma variante sociocultural, língua de uma pequena comunidade fortemente solidária, unida espiritualmente pela fé cristã que cresceu de tal forma, que veio a tornar-se a língua de toda a comunidade, em decorrência do fato histórico da vitória do cristianismo. C. Mohrmann acrescenta que “la langue spéciale ne se détâche jamais du fonds dont elle est issue et d’où elle puise ses sèves” (idem, ibidem). Ora, esse fundo é precisamente o latim corrente, “vulgar”, língua do amplo intercâmbio social.

É sabido que razões de ordem psicológica e de ordem histórica aproximam desde cedo a língua especial dos cristãos e a língua popular. Psicologicamente, o cristianismo primitivo, para o qual a língua é um instrumento de comunicação e não um instrumento convencional e venerável, rejeitou o exclusivismo e o normativismo do latim culto, resultantes de um cuidado excessivo da forma. A arte pela arte é bem uma característica da cultura profana. Entre os cristãos manifestou-se desde cedo uma reação contra esse artificialismo da língua clássica. Para eles era mais importante a inteligibilidade. Diz C. Mohrmann:

un utilitarisme assez extrême, prend la place du conservatisme reverencieuse qui réglait la vie de la langue cultivée dans les cercles païens (Mohrmann, 1965, III, p. 34).

É a mesma atitude que no IV século, quando se manifesta um certo retorno às normas tradicionais, S.

Document info
Document views596
Page views596
Page last viewedSun Dec 11 02:24:10 UTC 2016
Pages184
Paragraphs1442
Words33413

Comments