X hits on this document

612 views

0 shares

0 downloads

0 comments

87 / 184

CONSIDERAÇÕES SOBRE A PEREGRINATIO AETHERIAE

Ora, a partir daí o uso de uma ou de outra forma dependeria de razões muito pessoais. E a língua escrita tardia certamente haveria de refletir essa tradição.

Pois bem, na Peregrinatio é considerável o número de substantivos em –tus numa época em que a realidade oral da língua deveria ser muito diversa do rígido sistema nominal que a gramática clássica nos oferece.

Arrolamos a seguir os substantivos em –tus, -sus derivados de temas verbais que aparecem na Peregrinatio Aetheriae, e registramos entre parênteses os concorrentes em –tio, -sio que Gaffiot consigna: accessus (accesio), actus (actio), affectus affectio, ascensus (ascensio), cantus (cantio), comitatus, decursus (decursio), descensus (descensio), effectus (effectio), exercitus (exercitio), fletus, fluctus, iactus, gemitus, impetus (Blaise não registra impetus, mas consigna o adjetivo impetuosus), morsus, mugitus, nutus, obitus, ornatus (ornatio), passus, recessus (recessio), rugitus, uultus.

Outro velho concorrente do sufixo –tio é –tura, de fartíssima documentação no latim. Mas o sufixo –tura geralmente se encontra em palavras de sentido técnico, daí a preferência da língua literária pelos derivados em tio, preferência que, segundo Marouzeau, não deve ser interpretada como rejeição da forma supostamente vulgar com o sufixo –tura. É certo, porém, que muitos derivados em –ura /-tura /-sura são pan-românicos. Diz Maurer (1959, p. 264) que

Document info
Document views612
Page views612
Page last viewedSun Dec 11 11:00:19 UTC 2016
Pages184
Paragraphs1442
Words33413

Comments