X hits on this document

443 views

0 shares

0 downloads

0 comments

98 / 184

CONSIDERAÇÕES SOBRE A PEREGRINATIO AETHERIAE

3.3 Quanto aos compostos, tipo de formação a que a língua era pouco afeita, a exemplificação é muito pobre: os conhecidos benedico e maledico, auroclauus, grecolatinus. Entre os compostos em –fico, de extraordinária aceitação no latim dos cristãos, somente aedificare! Com o radical de ago, o composto fumigare.

Com reservas, incluo entre os compostos as denominações cristãs dos dias da semana com o substantivo feria: secunda feria, tertia feria, quarta feria, quinta feria e sexta feria, de enorme freqüência na 2ª parte da obra. Arrolamos no capítulo V todas as ocorrências.

3.4 Os autores costumam chamar a atenção para o gosto da língua corrente pelas perífrases. De fato, não é um processo privativo dessa variante lingüística, mas, em verdade, a perífrase calha bem com a tendência da língua corrente para a expressão analítica. É uma das formas de verbosidade da língua falada, sobretudo da popular, sempre ávida de expressividade, da expressão exata, nem sempre fácil de aflorar na seqüência da conversa. Daí o seu acolhimento no chamado latim vulgar e sua continuidade no latim tardio.

Não que os clássicos desconhecessem o processo. Aí está no purista César a conhecidíssima iter facere; em Cícero (e também em Plauto, Terêncio, Sêneca etc.) a perífrase carum habere por amare. Às vezes até a perífrase revela uma dura luta do escritor em busca do termo próprio.

Document info
Document views443
Page views443
Page last viewedFri Oct 28 23:37:46 UTC 2016
Pages184
Paragraphs1442
Words33413

Comments