X hits on this document

500 views

0 shares

0 downloads

0 comments

132 / 176

PEDAGOGIA EM DEBATE ON LINE – TEXTOS   Livro Virtual

PEDAGOGIA E A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E DA COMUNICAÇÃO NA EDUCAÇÃO: A IMPORTÂNCIA DE ALGUNS ASPECTOS NA ESCOLHA DA METODOLOGIA

Carlos Alves Rocha. carlos.rocha@utp.br

Pedagogia - FCHLA Universidade Tuiuti do Paraná

Introdução

É muito comum encontrar professores questionando: como usar o computador em minhas atividades docentes? Como inserir as novas tecnologias no processo ensino-aprendizagem?

Tentando refletir sobre pontos importantes para a escolha adequada de uma metodologia, apresenta-se alguns aspectos que podem nortear sobre o que fazer, no momento de inserir qualquer Tecnologia da Informação e da Comunicação – TIC – no processo ensino aprendizagem. É uma reflexão que não se esgota em si mesma, mas que procura mostrar aquilo que a experiência vivenciada em alguns projetos já demonstrou, bem como alguma fundamentação de discussões pertinentes de alguns autores.

Pretende ser uma contribuição para o debate e um diálogo com aqueles que se envolvem com tal tema no seu trabalho pedagógico, principalmente alunos e professores de cursos de pedagogia.

Aspectos Básicos no Uso da Tecnologia na Educação

Ao refletir sobre alguns pontos básicos no uso da tecnologia no processo ensino-aprendizagem, ressalta-se inicialmente uma tendência: a prática educacional tecnicista. De acordo com o que diz KINCHELOE (1997), a formação do professor é hegemonicamente de cunho comportamentalista. Em conseqüência disto, há uma grande dificuldade em transpor este paradigma que reforça a compartimentalização do conhecimento e a preocupação com as técnicas, de tal maneira que não se vislumbram outras formas de atuações na educação que não sejam eminentemente tecnicistas. Em tal tipo de formação “os futuros professores aprendem a ser supervisionados nos cursos que os ensinam meticulosamente a escrever os objetivos comportamentais e planos de aulas num formato ‘correto’. (...) Os professores têm, como resultado, pouca idéia do que ensinar, como ensinar ou como avaliar os resultados.” (p. 18)

Continuando em sua argumentação, o autor salienta que tal atitude nos cursos de formação de professores leva a uma preocupação “que reduz o ato intelectual de

Document info
Document views500
Page views500
Page last viewedSat Dec 10 06:15:45 UTC 2016
Pages176
Paragraphs1648
Words55761

Comments