X hits on this document

430 views

0 shares

0 downloads

0 comments

14 / 176

PEDAGOGIA EM DEBATE ON LINE – TEXTOS   Livro Virtual

Enquanto no paradigma de risco o foco está voltado para a implantação de serviços para uma pequena parcela da população infanto-juvenil; o paradigma de desenvolvimento e bases de apoio tem seu foco voltado para o estabelecimento de serviços para todas as crianças e jovens, evitando que ingressem em situações de vulnerabilidade. Da mesma forma, o paradigma de risco pressupõe pouca participação de famílias e comunidades, entendendo que programas de proteção devem ser estendidos às crianças e adolescentes, exclusivamente. Por outro lado, o paradigma de desenvolvimento e bases de apoio pressupõe a promoção da participação de famílias e comunidades em todo o processo de organização e gestão de programa de atendimento, compreendendo que a proteção  e promoção deva ser estendida às crianças, adolescentes e adultos que compõem o universo familiar.

Continuamente o paradigma de risco propõe oferecimento de serviços pontuais, que se instituem depois que os problemas se manifestam e passam a representar uma espécie de ameaça social. No paradigma de desenvolvimento e bases de apoio os serviços são voltados para a promoção do desenvolvimento saudável, articulados em sistemas de redes que se comunicam, complementam e interagem.

Finalmente, o paradigma de risco enfoca os problemas e riscos das crianças, adolescentes e famílias, reconhecendo-as como portadoras de dificuldades, distúrbios,         distorções e desestruturas; enquanto o paradigma de desenvolvimento e bases de apoio reconhece nas crianças, adolescentes e famílias  as suas  habilidades e competências, na medida em que as “fortalezas” dos sujeitos são identificadas  criam-se possibilidades de resgate de vínculos, promoção pessoal e social e participação para a alteração da dinâmica familiar.

Qual a ação do pedagogo neste paradigma de desenvolvimento e bases de apoio? Constatamos que as transformações contemporâneas contribuíram para a consolidação do entendimento da educação como fenômeno plurifacetado, ocorrendo em muitos lugares, institucionalizado ou não, sob várias modalidades (LIBÂNEO,1998). E o poder pedagógico de vários agentes educativos formais ou não-formais, vem se acentuando. Verifica-se, uma ação pedagógica múltipla na sociedade, o pedagógico perpassa toda a sociedade, extrapolando o âmbito escolar, abrangendo esferas mais amplas da educação  informal e não-formal.

Document info
Document views430
Page views430
Page last viewedTue Dec 06 20:51:52 UTC 2016
Pages176
Paragraphs1648
Words55761

Comments