X hits on this document

387 views

0 shares

0 downloads

0 comments

158 / 176

PEDAGOGIA EM DEBATE ON LINE – TEXTOS   Livro Virtual

Em 1971, marco importante foi o estudo - Manifesto para a Sobrevivência -, publicado pela revista inglesa The Ecologist, tendo a adesão de renomados cientistas da época.  

Tais eventos contribuíram para o processo de realização, em 1972, da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, em Estocolmo. Este evento é considerado como marco referencial na trajetória da relação educação e meio ambiente.

Em 1977, realiza-se a Conferência de Tbilisi, Geórgia. Esse evento sendo marco significativo, estabeleceu referenciais conceituais de meio ambiente, que passou a incorporar os aspectos oriundos das atividades de âmbito social, econômica e cultural entre outras, ou seja, considerou os aspectos decorrentes da ação do homem.     

Já em 1987, a Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento da ONU publicou o documento chamado  Relatório Brundtland -“Nosso Futuro Comum”. Estabelecia o conceito de desenvolvimento sustentável como sendo aquele que, devia atender às necessidades do presente sem comprometer as das gerações futuras, numa tentativa de conciliar o desenvolvimento econômico com a preservação ambiental

Nos anos 90, a questão do meio ambiente torna-se essencial nas discussões internacionais, nas preocupações dos Estados – e, principalmente, dos grandes centros mundiais de poder.

Em 1992, na cidade do Rio de Janeiro, foi realizada a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento e Meio Ambiente a ECO 92, reunindo representantes de 173 países e que, segundo SORRENTINO (1995, p. 21), foram elaborados dois importantes documentos para a história da Educação Ambiental: o “Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global e capítulo 36 da Agenda 21 que tratou do ‘Fomento da Educação, Capacitação e Conscientização’” .  

A partir da década de 70, o movimento ecológico surge no Brasil, tendo como influência as intensas manifestações, em torno da questão ambiental, de forma mais global. O Brasil foi o país da América Latina, onde esse movimento desenvolve-se mais cedo e de maneira mais significativa. Tomaram corpo os movimentos ecológicos, que questionavam o modelo de desenvolvimento dominante e, assim, surgindo o “paradigma teórico da ecologia política”(VIOLA, 1987,  p. 68-80).

Document info
Document views387
Page views387
Page last viewedSat Dec 03 18:03:05 UTC 2016
Pages176
Paragraphs1648
Words55761

Comments