X hits on this document

410 views

0 shares

0 downloads

0 comments

4 / 176

PEDAGOGIA EM DEBATE ON LINE – TEXTOS   Livro Virtual

PEDAGOGIA, ESCOLA e FAMÍLIA: ALGUMAS REFLEXÕES

Iolanda Maria Pierin de Barros (Mestre pela USP) iolanda.barros@utp.br

Maria Antonieta Meneghini Martins (Mestre pela UFPR)

Maristela Heidemann Iarozinski (Mestre pelo CEFET-PR)

Neyre Correia da Silva (Mestranda pela UFPR)

Neusa Maria Gomide Baptista (Mestre pela UFPR)

Renato Gross (Mestre pela PUC-PR)

Rosangela Cristina Guidelli (Mestre pela UFSCar)

Pedagogia, FCHLA

Universidade Tuiuti do Paraná – UTP

Olhem para o céu, há um desejo premente

pela manhã que nasce diante de vocês.

A história, apesar de sua dor lancinante,

jamais pode deixar de ser vivida; se enfrentada

com coragem, dispensa ser revivida.

                   Olhem para o dia

que irrompe diante de vocês.

Façam com que o sonho

renasça. (MAYA ANGELOU1, apud  CASTELLS,  1999, p. 17)

O olhar que lançamos sobre o tema “Pedagogia,  Escola e Família: algumas reflexões” pretende abordar os “Fundamentos da Educação”2 no Curso de Pedagogia da  UTP como pressupostos que direcionam nossa maneira de ver, refletir e pesquisar os desafios educacionais que irrompem diante de nós, repercutindo no entendimento de “nosso mundo, nossa vida” ou seja, de nosso mundo natural e social.

 O tema “Pedagogia, Escola e Família: algumas reflexões”,  exige também  a observação dos educadores sobre o como a Escola vem desempenhando suas responsabilidades do “ensino educativo”, não como substituta da Família, mas, antes

1 MAYA ANGELOU. “On the Pulse of Morning”.

2 [Os autores deste texto  denominam “Fundamentos da Educação” um conjunto organizado de conhecimentos de natureza intelectual,  que trazem em si uma “história construída por teóricos”, sendo alguns deles amplamente pensados como “clássicos”. Ao refletir sobre a cultura em sentido amplo, estudar  os fundadores da grande área do conhecimento – Educação –, no curso de  Pedagogia, é conhecer o processo epistemológico da produção do conhecimento, principalmente nas ciências “humanas e sociais”.  Poder  analisar e explicar aqueles autores que ainda falam para nós com uma voz que é considerada relevante, implica visualizar  os desafios das posturas transdisciplinares no contexto contemporâneo]. Exige  interpretações e reinterpretações “à luz de imperativos, modas e mudanças nos acontecimentos. Wolin afirmou que a legitimação dos fundadores “tem igualmente uma dimensão política e de implementação política”. O ato de fundar é uma “teorização política”, precisamente porque os princípios inferidos a partir do trabalho dos fundadores legitimam dimensões básicas da atividade intelectual” [grifos do autor]  (GIDDENS, 1998, p. 14).

Document info
Document views410
Page views410
Page last viewedMon Dec 05 16:53:52 UTC 2016
Pages176
Paragraphs1648
Words55761

Comments