X hits on this document

388 views

0 shares

0 downloads

0 comments

40 / 176

PEDAGOGIA EM DEBATE ON LINE – TEXTOS   Livro Virtual

PEDAGOGIA E LETRAMENTO: questões para o ensino da língua materna

Maria Alice A.S. Descardeci, Ph.D

Maria.descardeci@utp.br

Mestrado em Educação

Universidade Tuiuti do Paraná

Há pessoas que sabem cantar ou tocar ‘de ouvido’,

Mas não sabem ler as pautas. Pelo contrário,

a maioria das pessoas que aprende a escrita musical

não consegue de início usá-la de modo a produzir

uma melodia coerente; após terem aprendido a escrita,

terão de aprender a construir uma coerência musical”

Donald Schön

Breve Histórico e Estado da Arte

Histórico. Os estudos do letramento tiveram início nos Estados Unidos, pouco depois da Segunda Guerra Mundial. Neste país, no Canadá, assim como em vários países da Europa, como França, Bélgica e Inglaterra, começou-se a perceber que, embora tidos como alfabetizados, indivíduos jovens e adultos não conseguiam lidar satisfatoriamente com as demandas sociais de leitura e escrita do dia-a-dia. Os dados estatísticos que esses países possuíam sobre analfabetismo não correspondiam à situação real de analfabetismo entre a população. Uma pesquisa recente mostra, na Inglaterra, que 13% de adultos na faixa dos 23 anos de idade afirmam ter dificuldades para ler e/ou escrever.  Na Bélgica, em 1983, estimou-se o número de analfabetos na casa de cem mil indivíduos adultos. No Canadá, ainda na década de 1980, o número de analfabetos foi estimado em 24%, sendo 28% em Quebec. A França, que sempre teve o sucesso de seu sistema de ensino reconhecido mundialmente, registrou, na mesma época, o número alarmente de 9% de analfabetos entre sua população adulta (Stercq, 1993).

No Brasil, os estudos do letramento iniciaram-se mais efetivamente na segunda metade da década de 1980. A área do conhecimento pioneira nesses estudos foi a Lingüística Aplicada. Hoje, contudo, letramento é assunto de debate em diversas outras áreas, como Educação, Antropologia, História e Sociologia, para citarmos apenas algumas. Seguindo as tradições Americana e Européia, pesquisadores no Brasil começam a perceber que, embora escolarizadas, as pessoas não sabem fazer uso de seu conhecimento de leitura e escrita para comunicarem-se com sucesso em suas interações sociais, pessoais e profissionais. Assim, o Brasil entra na discussão internacional, incluindo, para tanto, um item vocabular novo em seu léxico: a palavra letramento

Document info
Document views388
Page views388
Page last viewedSat Dec 03 22:14:19 UTC 2016
Pages176
Paragraphs1648
Words55761

Comments