X hits on this document

33 views

0 shares

0 downloads

0 comments

11 / 17

Deus não permitirá que a sua boa obra fique inconclusa. O Senhor jamais abandonou os seus intentos. Tudo o que Deus realiza é reflexo daquilo que Ele é. Os Seus atributos se manifestam nas obras das suas mãos.

Todo o universo esteve montado para ser o cenário da redenção. Todas as coisas foram preparadas para a vinda do Filho de Deus (At 2:22-24; 4:27-28; Gl 4:3-5). Cristo Jesus realizou historicamente a expiação em Jerusalém, e pelo Espírito Santo é aplicada eficazmente na vida de cada eleito de Deus (1 Ts 5:23-24).

Exegese em Fp 2:13

O apóstolo deixa bem claro que a continuidade da salvação dos cristãos filipenses não dependeria de sua constante presença entre eles. Paulo afirma que o resultado da salvação não é uma obra humana, mas divina. Em Fp 2:13 diz que “Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a sua boa vontade.” Os vocábulos “efetuar” e “realizar” são traduções do mesmo verbo grego que “é um verbo usado com freqüência por Paulo, referindo-se à eficácia do poder de Deus.”19

O homem natural, ou seja, sem a ação renovadora do Espírito Santo, não possuí nenhuma inclinação favorável em direção a Deus. Ele somente vai a Deus, quando o próprio Senhor o atrai com o seu chamado irresistível, implantando nele vida, gerando emoções e vontade santa, e lhe ilumina o entendimento para que entenda, e assim receba ao Senhor Jesus como salvador.

A implicação desta passagem é que se Deus não efetua tanto o seu querer, como o realizar em nós, jamais seremos salvos, porque se Ele não começa, muito menos nós começaremos. Mas, se Ele começa, então leva até o fim provendo todos os meios e recursos para isso.

Exegese em 2 Tm 4:18

19 F.F. Bruce, Novo Comentário Bíblico Contemporâneo Filipenses (São Paulo, Editora Vida, 1992), p. 92

Document info
Document views33
Page views33
Page last viewedSat Dec 03 22:31:58 UTC 2016
Pages17
Paragraphs136
Words5210

Comments