X hits on this document

34 views

0 shares

0 downloads

0 comments

8 / 17

operosidade do amor de Deus. Se isto é assim, então, é impossível que o verdadeiro crente venha a cair de seu estado de graça. O Deus que criou todas as coisas, não permitirá que nenhuma delas contribua para a queda final e total daqueles que Ele decidiu redimir.

Exegese em 1 Co 1:8-9

Podemos resumir a texto de 1 Co 1:8-9 da seguinte forma:

 1.Deus nos confirmará até ao fim (vs.8)

2.seremos encontrados irrepreensíveis no dia do Senhor (vs.8)

 3.Deus é fiel, que nos chamou à comunhão com Cristo (vs.9)

O apóstolo não está apenas manifestando um incerto desejo pessoal. G.P. Wiles erroneamente sugere que “esta seja possivelmente uma súplica sincera, que utiliza o futuro do indicativo para expressar um desejo.”13 A sua declaração é a Palavra de Deus revelada. Ele está afirmando que Deus “confirmará até ao fim” a salvação (vs. 8) como “o testemunho de Cristo tem sido confirmado em vós” (vs. 6).  Gordon Fee comenta que

é significativo que ele faça esta afirmação repetindo o verbo “confirmar”, que aparece na metáfora do vs. 6. Assim, em vez do usual “ele os fortalecerá ou consolará”, Paulo diz que do mesmo modo que Deus anteriormente “garantiu” nosso testemunho acerca de Cristo enquanto estivemos convosco, assim também os “garantirá” ou “confirmará até o fim”. Que esta é uma repetição deliberada da metáfora legal do verso 6 é confirmado ainda pela palavra “irrepreensíveis”, que tem o sentido de que eles estarão sem culpa (com referência a lei) quando comparecerem diante de Deus no juízo final, porque lhes foi conferido a justiça de Cristo.14

13 G.P. Wiles, Paul’s Intercessory Prayers, p. 35 citado por Gordon Fee, Primera Epistola a los Corintios (Buenos Aires, Nueva Creación, 1994), p. 49

14 Gordon Fee, Primera Epistola a los Corintios, p. 50

Document info
Document views34
Page views34
Page last viewedSun Dec 04 02:00:22 UTC 2016
Pages17
Paragraphs136
Words5210

Comments